Professor de viola caipira de Ourinhos participa do álbum “Viola Paulista II”

Fernando Caselato possui carreira artística reconhecida e agora faz parte do álbum que recebe o Selo SESC

 

Juliana Neves

 

Fernando Caselato é de Itajaí, Santa Catarina, e reside em Ourinhos; é músico, violeiro, compositor, pesquisador e criador do curso de viola caipira na Escola Municipal de Música, há quatro anos.

Em sua carreira como músico, no ano de 2011, Fernando lançou o CD “Cordas Brasileiras – Fernando Caselato & Quarteto TAU” de forma inédita de um projeto produzido por Paulo Bellinati. É a união da viola brasileira com o quarteto de violões que traça um panorama da música brasileira, desde Nazareth, Angelino de Oliveira, Garoto, até chegar na música de Paulo Bellinati e Weber Lopes. Além de outros grandes compositores como Chico Saraiva, Emiliano Castro e Daniel Murray.

“Além das músicas e das belas interpretações e arranjos, este grupo apresenta um CD que confirma o que eu mais gosto: alegria com “cara e jeito” de música muito bem tocada sem nenhuma formalidade na escrita”, disse Egberto Gismonti, instrumentista, sobre o álbum naquela época.

Já em 2012, o músico lançou seu CD autoral “Solo das Cores”, que foi pré-selecionado para o 25º Prêmio da Música Brasileira com produção de Swami Júnior, sendo uma junção das composições e arranjos de Fernando. Para isso, o violeiro contou com a participação de alguns nomes importantes do cenário da música instrumental brasileira, como Swami Júnior, Luiz Guello, Chico Saraiva, Daniel Murray, Alexandre Ribeiro e Julio César.

“O som da viola nos leva a vários lugares, do interior do Brasil aos castelos europeus, nos remetendo ao som do cravo e de outros instrumentos de época. Pelas mãos de Fernando Caselato nos chega o som do Brasil, uma viola com harmonias e melodias maravilhosas. E o melhor de tudo, com bom gosto e emoção. A sonoridade que Caselato extrai de seu instrumento é uma das mais bonitas que já ouvi. Que a música nos traga sempre o amor e a paz”, fala de Gilson Peranzzetta, maestro, em 2012, época do lançamento.

O artista também já participou de coletâneas em conjunto com outros artistas da viola brasileira, como na gravação do CD “Ao vivo no teatro Alfa em São Paulo”, pelo Prêmio Syngenta de música instrumental de viola, em 2004. Bem como em atuação em shows e gravações de Ivan Vilela, Julio César, entre outros nomes renomados da música brasileira.

 

 

Viola Paulista II

Em 2019, foi gravado o álbum “Viola Paulista II”, produção musical da qual Fernando está participando, que será lançado na próxima quarta-feira, 24 de fevereiro, em EP (produção estendida), por causa da pandemia de coronavírus. É um álbum que faz um compilado da viola no estado de São Paulo congregando alguns dos principais violeiros e violeiras do estado. É um projeto de direção artística de Ivan Vilela, com realização do Selo SESC e produção de Arueira-Expressões Brasileiras.

“O álbum estará nos acervos do SESC São Paulo e nas plataformas digitais. O “Viola Paulista I” foi gravado em 2018 com violeiros mais novos e ainda não muito reconhecidos, e o álbum de volume dois são de artistas que já possuem carreira e possuem seu público definido. Também temos a pretensão para o álbum três e quatro, portanto é um mapeamento da viola paulista, desde os primeiros registros até os que estão se lançando atualmente”, finaliza Fernando Caselato.

 

Imagem: perfil pessoal Facebook Fernando Caselato

 

 

Contribua
Nosso financiamento depende daqueles que acreditam em nosso trabalho.

Nosso Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio

Via Pix: pix@contratempo.info

Boleto: informar valor que enviamos o Boleto.

Comentários no Facebook