Briga de trânsito motivou a morte de ourinhense atingido por três tiros dentro de seu próprio carro

Na tarde desta segunda-feira, 9, a Polícia Civil expôs o resultado da investigação da morte Adolfo Guilherme Mingroni.

No dia 30 de agosto, Adolfo Mingroni, de 27 anos, conhecido como ‘Casquinha’, foi morto ao ser atingido por três tiros enquanto dirigia, na Vila Christoni, em Ourinhos.

De acordo com a Polícia Civil, o autor do crime, Hudson de Paula Lima, de 44 anos, confessou que perseguiu e matou Casquinha por conta de um conflito no trânsito.

Na confissão, Hudson explicou: no fim da tarde do dia 30 de agosto, estava de moto com a esposa e foi “fechado” pelo carro de Adolfo; buscou satisfação e Casquinha enfrentou-o. Irritado, o autor do crime foi até sua casa, pegou seu revólver, voltou para a rua, perseguiu e executou o jovem.

Na imagem destacada: da esquerda para a direita, estão Adolfo e Hudson, respectivamente.