Cursinho Pré-Universitário da UNESP Ourinhos – CACUO

 

O CACUO é um Cursinho pré-universitário totalmente gratuito que oferece aulas a estudantes e trabalhadoras de Ourinhos e região. O Cursinho foi criado no ano de 2005, quando alguns alunos da UNESP (Universidade Estadual Paulista) Ourinhos ajudavam crianças com aulas de reforço na E. E. Josepha Cubas da Silva nos fins de semana, vinculados ao projeto Escola da Família, passando por aulas na ETEC (já como cursinho) e, por fim, instalando-se na UNESP, como está até hoje

O CACUO é administrado por estudantes da Unesp de Ourinhos em parceria com a Proex (Pró-reitoria de Extensão Universitária da Unesp),  visa atender a uma demanda de alunos carentes que não podem pagar um cursinho. O objetivo do projeto, não apenas a aprovação dos  estudantes no vestibular, mas também a formação de estudantes críticos e participativos. Os envolvidos no Cacuo estão interessados em formar cidadãos, principalmente, críticos, que saibam o que estão lendo, assistindo ou ouvindo. Que saibam concordar, discordar e, o mais importante, ter sua própria opinião acerca de algo.

O projeto é contemplado com cerca de 35 professores, nas três grandes áreas: Humanas, Biológicas e Exatas (História Geral, História do Brasil, Geografia Geral, Geografia do Brasil, Literatura, Gramática, Inglês, Espanhol, Citologia/Genética, Zoologia, Botânica e Fisiologia, Química Orgânica e Inorgânica, Física Mecânica, Física Óptica, Álgebra e Geometria). As aulas são ministradas por voluntários, em sua maioria estudantes da própria UNESP ou de universidades da região (UENP, FIO). Há professores que cursam matérias em outras universidade e acabam contribuindo para o funcionamento das disciplinas.

O CACUO também realiza atividades culturais como a Semana de Arte e Cultura, Cine Razão e Emoção, Dinâmica de Recepção dxs Estudantes entre outros. Além das atividades culturais, o CACUO também tem o mês temático, é um espaço onde  educadores debatem assuntos importantíssimo em nossa sociedade (Mês dx Trabalhorx, MAIO por exemplo) além de realizar viagens pedagógicas (Bienal do Livro, Feira de Profissões entre outros…)

“A dificuldade que um estudante de escola pública tem para entrar em uma universidade pública é exponencialmente maior comparada a pessoas com melhores condições financeiras e que estudaram em escolas particulares.” Afirma Otavio Venerando, Estudante do CACUO em 2014/2015 atualmente Estudante da Unesp.  O cacuo é visto por muitos como um movimento social que luta pelo fim da barreira do vestibular, por mais oportunidades de estudos para todas e todos e contra o modelo conservador de educação, como o modelo de uma fábrica que quer produzir estudantes para que depois estudantes produzam para a manutenção do capital.

Como nos afirma Bacchetto (2003), devido ao fato do estrato mais pobre da população brasileira encontrar dificuldades para o acesso no ensino superior público em decorrência do vestibular, surgem os cursinhos populares pautados no princípio de igualdade onde se busca nivelar  as oportunidades para aquele estudante com menor renda. O CACU-O se constitui na região como primeiro projeto com tais características e objetivos.

O CACUO em 2012 contemplava mais de 20 municípios da região de Ourinhos. . Esse aumento da procura bem como a abrangência a qual o projeto vem atingindo em grande parte se deve a qualidade oferecida por nosso ensino e pela ênfase que sempre existiu no projeto em divulgá-lo

 

É evidente que o esforço por parte dos integrantes do projeto em divulgá-lo na região obtendo êxito. No processo seletivo de 2013 verificou-se que todas as cidades vizinhas a Ourinhos tiveram inscritos no projeto. Segundo a Diretoria de Ensino de Ourinhos (2012) havia 5.250 alunos entre os 2º anos e 3º anos do Ensino Médio e EJA em suas instâncias. Estes 5.250 alunos abrangem 11 municípios por meio de 31 escolas públicas. Se faz presente a contradição existente entre o número de alunos destas séries do Ensino Médio e EJA e projetos como o CACU-O que propiciam um ensino crítico de qualidade e que ao mesmo tempo, visam a inserção dos alunos de escolas públicas em universidades públicas. Em 2012, somente um aluno a cada 26 teve a oportunidade de se integrar as atividades do CACU-O.

 

Número de alunos e aprovações do CACU-O no período de 2007 à 2013

Fonte: CACU-O.Organizado: KHERLAKIAN, Philip. 2013. * O número se refere ao número de aprovações sendo contabilizado todas as aprovações de um mesmo aluno.
Fonte: CACU-O. Organizado: KHERLAKIAN, Philip. 2013.

Neste ano mais um avanço, o CACUO abriu inscrições de inverno. As inscrições se iniciaram no dia 25 de Junho e vai até a próxima semana, 25. Para se inscrever basta entrar no site do projeto (cursinhocacuo.com) preencher o formulário no próprio site e em seguida fazer o download do Questionário Socioeconômico, é necessário que seja preenchido adequadamente e entregue aos membros da coordenação no dia 30 de Julho às 14h00 no campus da UNESP – Ourinhos. Será divulgado os aprovados no dia 5 de agosto às 17h no próprio site. As matrículas poderão ser feitas nos dias 6,7 e 8 de Agosto.