Câmara Municipal vota por proposta rejeitada pelos Servidores em Assembleia

          A diretoria do SINSERPO em união com os Servidores Municipais estiveram presentes na Sessão da Câmara Municipal desta segunda-feira, 27, para demonstrar sua insatisfação e acompanhar a votação do Projeto de Lei sobre o reajuste salarial dos Servidores, enviado pelo Poder executivo. Os vereadores de Ourinhos votaram em Sessão Extraordinária pela proposta que já havia sido rejeitada pelos Servidores em Assembleia.

          Além disso, não fora enviado ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de Ourinhos e Região (SINSERPO) qualquer ofício sobre tal Projeto de Lei, de modo que a entidade apenas ficou sabendo que haveria a votação pelo site oficial da Câmara Municipal. Site este que também não revelava nenhum conteúdo do Projeto.

          A proposta encaminhada ao Poder Legislativo pelo Poder Executivo era um aumento de 2% nos salários, porém ela foi retirada da pauta, resultando numa Sessão Extraordinária. Logo em seguida, com outro Projeto do Executivo muito pior e sem aprovação dos Servidores e Sindicato, os vereadores votaram pela proposta, esta que oferecia 500 reais de bônus a serem pagos apenas uma vez aos servidores.

Assembleia nesta quinta, 30 

          Diante tal aprovação deste Projeto de Lei que nada valoriza o servidor, o SINSERPO lamenta o desfecho das decisões tomadas pelo Poder Executivo. Mais uma vez, após inúmeras promessas de valorização que nunca foram cumpridas, o servidor municipal de Ourinhos fica em último plano pelo atual administração. Assim, o Sindicato dos Servidores convoca novamente a todos para uma Assembleia na Sede do Sindicato, na quinta-feira, dia 30, às 18h, a fim de definir como será o inicio do ato grevista e manifestação para sexta-feira.