“De Ourinhos para o mundo!”: Atleta ourinhense representa o Brasil no lançamento de disco na Gymnasiade 2018, no Marrocos

Aluno da E. E. Josepha Cubas até o ano de 2017, José Henrique da Silva Jacinto dos Presentes, com apenas 17 anos, tem uma grande história de conquista e luta para contar. Hoje, como bolsista do SESI-SP, José atingiu um grande objetivo para todo atleta escolar, e nesta semana, embarca para o Marrocos para disputar o Mundial Escolar (Gymnasiade) e representar o Brasil no lançamento de disco.

A Gymnasiade é um evento multiesportivo organizado pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), direcionada para jovens atletas de 13 à 17 anos. A edição de 2018 será realizada na cidade de Marrakech, no Marrocos, que receberá a maior festa do desporto escolar mundial, reunindo atletas escolares de várias categorias e diferentes partes do mundo.

O atleta ourinhense, iniciou-se no esporte em 2016, quando foi notado pelos professores de um projeto em sua escola. Por conta de seu desempenho e físico, logo foi escalado para competições com arremesso de peso e, com muito pouco tempo de treino, em uma das suas primeiras competições, o estudante foi medalhista e conseguiu o bronze no Campeonato Brasileiro disputando na sua modalidade.

Somente no ano passado, José foi apresentado ao lançamento de disco e se adaptou muito bem a esta modalidade. Das poucas competições que participou em 2017, sempre foi destaque. E, na época, com apenas 16 anos e um pouco mais de um ano no esporte, foi vice campeão dos Jogos Abertos Paulistas e dos Jogos Escolares, e ainda garantiu um lugar na seletiva para o Campeonato Brasileiro que trouxe-o ao mundial.

No final de 2017, José foi contratado pelo SESI-SP. A escola foi muito compreensiva e enxergou o potencial do atleta que teve sua trajetória grandemente atrapalhada por questões administrativas do município de Ourinhos.

Segundo o professor de educação física do Município de Ourinhos e do Estado de São Paulo, e principal orientador de José, Flávio Henrique Serrano, a disponibilidade de recursos caiu muito em 2017. Por conta disto, José acabou ficando de fora de muitas competições de importância para o seu currículo e desperdiçou grandes chances.

José e seu professor de educação física ourinhense, Flávio. / Foto: Arquivo Pessoal

O atleta, que hoje disputa um campeonato mundial, chegou a contar com o apoio promovido por “vaquinhas” feitas por funcionários e alunos da E. E. Josepha Cubas e, também, com o suporte da assistência social. Mesmo deixando de participar de muitas competições, nas que José conseguiu ir, não havia transporte e nem onde se instalar. Na época, o seu ritmo de competição foi bastante prejudicado por essas questões e conta que, muitas vezes, desistir pareceu ser a escolha correta.

Entretanto, com a contratação do SESI, José viu a oportunidade perfeita e, mesmo longe de casa, mas com o apoio e as condições necessárias, conseguiu a vaga na Gymnasiade. O empenho do atleta que treinava no Monstrinho, levou-o para uma equipe profissional em Santo André e, agora, o ex-aluno do Josepha Cubas, terá a oportunidade de brilhar no Norte da África, no Marrocos, sendo assistido e avaliado por milhares de pessoas, dando um grande passo para a sua vida de atleta.

A Gymnasiade ocorrerá no dia 02 ao dia 09 de maio. O Jornal Contratempo estará torcendo e trazendo o acompanhamento da trajetória do ourinhense no Marrocos.

Eduarda Schuh

20 anos e ourinhense de coração. Caloura de Jornalismo na UNESP de Bauru. Aspirante a jornalista há algum tempo. Procurando um caminho para um mundo mais igual há ainda mais tempo. Contra qualquer tipo de exclusão e elitização, escrevo para quem precisa entender. Feminista e reformista, procurando os erros e acertos.

Comentários no Facebook