Deputado Federal Nilto Tatto se reunirá com lideranças do PT de Ourinhos e região, nesta sexta, 10

Representante regional Toninho do PT ao lado do deputado federal Nilto Tatto

Nesta sexta-feira, 10, o deputado federal Nilto Tatto (PT) irá visitar a cidade de Ourinhos e mais seis municípios da região (Ibirarema, Palmital, Florínea, Maracaí, Marília e Julio Mesquita) onde se reunirá com as principais lideranças regionais do partido, dentre as quais, o ex-vereador e coordenador da macrorregião Ourinhos, Assis e Marília, Toninho do PT e o presidente do diretório municipal do PT de Ourinhos e ex-candidato a prefeito nas eleições de 2016, Mário Ferreira, entre outros.

Nilto Tatto foi eleito com 101.196 votos em todo o estado de São Paulo e exerce seu primeiro mandato de Deputado Federal pelo Partido dos Trabalhadores.

Em todos os espaços, inclusive na Câmara Federal, ele trabalha para garantir direitos e dar visibilidade à luta das comunidades quilombolas e originárias, e batalha incansavelmente na construção de um país mais justo e sustentável. Seu mandato prioriza a pauta socioambiental, agrária, urbana e de grupos sociais vulneráveis.

Atualmente vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, e participa também como titular das comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, e da CPI Funai-Incra.

Neste período já participou da Comissão de Desenvolvimento Urbano, Sub Comissão de Habitação de Interesse Social, Comissão de Legislação Participativa e Comissão Mista de Orçamento.

Um ambientalista

Nilto Tatto foi um dos fundadores do Instituto Socioambiental (ISA) e há mais de 10 anos vêm contribuindo na luta pelos direitos das comunidades quilombolas. Articulou a implantação de políticas voltadas à manutenção da rica diversidade da região do Vale do Ribeira. Desenvolveu projetos de alternativas econômicas sustentáveis e geração de renda junto às comunidades quilombolas daquela região; projetos voltados à valorização da cultura e das práticas agrícolas tradicionais, e muitos outros.

Trabalhou por sanar conflitos fundiários, por aprimorar o diálogo e encontrar soluções pacíficas, justas e sustentáveis, sempre em defesa da diversidade socioambiental. Nilto Tatto foi um dos responsáveis pelo reconhecimento e valorização de atividades ancestrais desenvolvidas nos quilombos.

Através dessa atuação, desenvolveu um profundo conhecimento da cultura quilombola e, através da convivência, estabeleceu com as comunidades fortes vínculos de amizade e confiança. Ao longo de sua longa trajetória, desde que começou a trabalhar com os povos indígenas na década de 80, desenvolveu um forte compromisso para com os povos e comunidades tradicionais.

Nilto Tatto recebeu em 2009 o  Prêmio Dorothy Stang de Direitos Humanos, na categoria humanidade, e conta com o reconhecimento e confiança de todos que se alinham nesta luta.

Origem de Nilto Tatto

Nascido em 1964 em Frederico Westphaelen, no Rio Grande do Sul, Nilto Tatto, migrou com a família para São Paulo ainda jovem, e logo passou a integrar movimentos sociais, na periferia da região Sul da capital, onde vivia. Ao longo de sua vida, lutou em defesa da saúde, educação, moradia, transportes, cultura, meio ambiente, direitos humanos, dentre outros.

Sua experiência, a partir da década de 80, em temas ligados ao meio ambiente, povos indígenas e populações tradicionais o transformou em uma das principais referências nacionais no campo socioambiental.