Indústria faz Santa Cruz superar Assis em ICMS

Arrecadação de Santa Cruz do Rio Pardo bateu a de Assis que possui população duas vezes maior

De acordo com reportagem veiculada pelo Jornal Debate no último dia 21, o município de Santa Cruz do Rio Pardo superou Assis em arrecadação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).
Segundo os dados levantados pelo Debate junto a Secretaria da Fazenda e Planejamento a arrecadação de Santa Cruz prevista para Julho/2019 é de R$ 3.457.061,15 contra R$ 3.050.098,91 de Assis.
A matéria ressalta as diferenças populacionais entre Santa Cruz do Rio Pardo com 47.395 habitantes e Assis 103.666 pessoas (IBGE, 2018), isto é, Assis tem mais que o dobro da população de Santa Cruz.
Ourinhos na mesma consulta aparece com previsão de R$ 3.882.879,41 em ICMS, e conta com uma população de 112.711 hab., segundo dados do IBGE.
As razões destacadas na matéria assinada por Sérgio Fleury Moraes são ” crescimento de indústrias com destaque para o setor alimentício e de rações” corroboram com a tese defendida pela santacruzense Franciele Miranda Ferreira Dias pelo Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Estadual de Londrina (UEL), que em sua pesquisa analisou o papel de Santa Cruz na Rede Urbana e observou as características industriais do município, destacando o polo de beneficiamento do arroz e a industria de rações (Special Dog).
A pesquisadora, que também é professora na UNESP de Ourinhos, destaca que a Special Dog apesar de não formar um polo de rações é a maior empregadora da cidade e a também figura entre as maiores empresas do setor de rações do país. Já sobre as arrozeiras Ferreira Dias ressalta que apesar de não produzir arroz, Santa Cruz é o maior polo de beneficiamento de arroz fora do Rio Grande do Sul (líder do setor) e que este beneficiamento é altamente tecnológico e com uma inteligência logística que garante uma participação significativa no mercado.
A tese estará disponível em breve no sistema de consultas da Biblioteca da UEL segundo a pesquisadora.

 

Link para a matéria no Jornal Debate

Link para o Currículo Lattes (CNPq) da pesquisadora

Rafael Dantas

Editor e fundador do Jornal Contratempo, geógrafo e entusiasta da mídia colaborativa.