“Para chamar atenção pula do viaduto de 25 metros da Jacinto Sá” é a manchete sobre uma tentativa de suicídio em Ourinhos

Desde a tarde de ontem, a notícia do site Repórter Ourinhos vem sendo compartilhada com a seguinte manchete: “MULHER SE DESENTENDE COM MARIDO E A PARA CHAMAR ATENÇÃO PULA DO VIADUTO DE 25 METROS DA JACINTO SÁ EM OURINHOS”.

 

Na última quarta-feira, 18, os bombeiros socorreram na Av. Jacinto Ferreira de Sá, uma mulher de 28 anos que havia caído do viaduto em uma possível tentativa de suicídio. Felizmente, a jovem foi rapidamente resgatada e, mesmo com a gravidade da queda, sobreviveu e permanece na Santa Casa de Ourinhos.

Não foram entrevistados a jovem, algum conhecido ou alguém de sua família. Entretanto, os sites ourinhenses noticiaram, logo de cara, na manchete, que a tentativa de suicídio foi resultado de uma briga da mulher com o marido. E ainda, o Repórter Ourinhos, sem sequer estar no local, usando o Repórter na Rua como fonte, afirma que ela pulou do viaduto “para chamar atenção”.

Unanimemente, os sites que noticiaram o ocorrido seguiram o mesmo padrão: destacaram a briga com o marido na manchete, sequer mencionaram a hipótese de um acidente e nenhum deles entrevistou alguém que pudesse afirmar a veracidade de um episódio tão delicado quanto o de uma tentativa de suicídio.

O destaque para a briga com o marido, na hipótese de um suicídio, mostra apenas a falta de sensibilidade e o uso, de uma informação pessoal, desnecessária ao conhecimento público, para o já habitual e violento sensacionalismo desses meios de comunicação. Revelando, espontaneamente, o que estes sites consideram de verdadeira importância para o seu público.

Contudo, a afirmação de que a vítima havia “pulado do viaduto” na tentativa de chamar atenção revela a face ainda mais isenta de empatia em cima do ocorrido. Além de mostrar o jornalismo de baixa qualidade que compartilha uma informação seriamente íntima sobre alguém que mal pôde falar desde o acontecido, mostra a concepção desumana que menospreza e reduz a investida de uma mulher contra a própria vida, em um simples esforço para chamar a atenção.

Matéria do site Ourinhos Notícias e sua manchete que se inicia com a informação da suposta briga.

Matéria do site Repórter na Rua que também divulga a matéria com a informação da suposta briga.

Eduarda Schuh

20 anos e ourinhense de coração. Caloura de Jornalismo na UNESP de Bauru. Aspirante a jornalista há algum tempo. Procurando um caminho para um mundo mais igual há ainda mais tempo. Contra qualquer tipo de exclusão e elitização, escrevo para quem precisa entender. Feminista e reformista, procurando os erros e acertos.