Por um voto, CPI da SAE é novamente reprovada na sessão da Câmara dos Vereadores

Na última sessão da Câmara Municipal dos Vereadores de Ourinhos, no dia 18 de fevereiro, a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), para investigar as irregularidades da SAE, entrou em pauta novamente. O vereador Edvaldo Lúcio Abel, Vadinho, é o autor do requerimento que exige a investigação da Superintendência de Água e Esgoto. A CPI não foi aprovada, mas ganhou mais uma assinatura nesta segunda-feira.

Até esta sessão, o pedido contava apenas com as assinaturas dos três parlamentares da oposição do prefeito Lucas Pocay, Vadinho, Flavinho do Açougue e Dr. Salim. Agora, o pedido conta também com a assinatura do vereador Carlinhos do Sindicato.

Com a quarta assinatura, o pedido precisa ser aderido apenas por mais um vereador para ser aprovado. Para Vadinho, a Câmara dos Vereadores tem a obrigação de usar do poder da CPI para esclarecer ao povo ourinhense e aos funcionários da SAE todas as questões que envolvem os cargos de confiança da empresa, o aumento abusivo das tarifas e a desvalorização e a perseguição dos colaboradores da superintendência.

O vereador Dr. Salim Mattar, em sua fala, ressaltou que os problemas da SAE são consequência da falta competência na administração. Além disso, Dr. Salim comentou a possibilidade da entrega da SAE ao setor privado: “Deus no ajude que a SAE seja nossa para gente poder administrar”.

Eduarda Schuh

21 anos e ourinhense de coração. Estudante de Jornalismo na UNESP de Bauru. Aspirante a jornalista há algum tempo. Buscando um caminho para um mundo mais justo há ainda mais tempo. Contra qualquer tipo de exclusão e elitização, escrevo para quem precisa entender. Feminista e progressista, procurando os erros e acertos.