Quanto [dinheiro público] custou a viagem do vereador de Bernardino de Campos?

Na última semana, no dia 27 de abril, através de uma publicação no Facebook, foi divulgado à população de Bernardino de Campos a denúncia contra um dos vereadores da cidade, Isaac Massena (PTB), apontando gastos excessivos, pagos com dinheiro público, em uma viagem do parlamentar.

Em princípio, sem apresentar o nome do denunciado, o munícipe, Ronaldo Lima, provedor da denúncia, publicou recibos de hotéis e restaurantes, todos em nome da Câmara Municipal de Bernardino de Campos. O que assustou a população é que em apenas em uma noite, o vereador gastou R$500,00 em uma estadia, e uma de suas refeições custou mais R$300,00.

Recibo de uma hospedagem do vereador. / Imagem: Facebook
Recibo de uma churrascaria. / Imagem: Facebook
Diária de outro hotel publicada por Ronaldo. / Imagem: Facebook

 

A denúncia foi protocolada para ser apresentada ao Ministério Público, o Tribunal de Contas e a Câmara Municipal, e, unanimemente, apoiada pela população.

Na quarta-feira, dia 02 de maio, a denúncia foi levada à sessão da Câmara de Bernardino de Campos. Os vereadores decidiram e votaram a aprovação do requerimento que pedia a cassação do vereador do PTB. E por 5 votos a favor e 3 contra, o requerimento foi aprovado pelos parlamentares e será levado a uma nova etapa.

Os vereadores que votaram contra foram fortemente questionados sobre o assunto. Marcos Donizete Gonçalves (PT), o Boi, justificou o seu voto contrário em sua página do Facebook. Um dos motivos apresentados para não aceitar a cassação nesta primeira votação, justifica-se por acreditar que a Câmara não devia tomar as denúncias como verdadeiras sem antes apurar os fatos e dar ao vereador denunciado o direito de defesa.

Por conta dos 3 votos contra a cassação imediata, antes que Isaac Massena seja, de fato, retirado de seu cargo, as devidas etapas do processo da denúncia serão seguidas, incluindo mais uma votação na Câmara e o direito de defesa do vereador denunciado.

Em entrevista, Ronaldo, o munícipe que fez o requerimento, afirmou ao Jornal Contratempo que crê que a decisão foi justa e que, a forma que foi aceita, permitirá que a denúncia seja analisada com cautela. E também afirmou-nos que a história não termina aí. Outras notas do mesmo vereador estão sendo analisadas e, se necessário, resultarão em outras denúncias.

Ronaldo afirmou que mesmo lisonjeado por elogios acredita que não faz nada a mais do que o seu papel de cidadão. E ainda ressalta que está avaliando a situação dos demais vereadores e que, sem sombra de dúvidas, denunciará outras irregularidades que encontrar.

Este caso é um grande passo dado na cidade de Bernardino de Campos e mostra o poder de questionamento e de vigilância da população. A espera agora é de que, de maneira justa e correta, a denúncia e a defesa sejam verificadas, garantindo o direito de todos os envolvidos.

Eduarda Schuh

20 anos e ourinhense de coração. Caloura de Jornalismo na UNESP de Bauru. Aspirante a jornalista há algum tempo. Buscando um caminho para um mundo mais justo há ainda mais tempo. Contra qualquer tipo de exclusão e elitização, escrevo para quem precisa entender. Feminista e progressista, procurando os erros e acertos.