Toninho: “Não serei candidato”

O ex-presidente da Câmara Antonio Amaral Junior, Toninho do PT, divulgou em sua página na rede social Facebook uma carta em que informa sobre sua desistência de concorrer a cargo eletivo nas eleições de 2016 e explica os motivos. Cabe ressaltar que Toninho tem um grande eleitorado em Ourinhos e ficou em 3º lugar nas eleições de 2012, com 21% dos votos válidos (11.508 votos) e irá apoiar o pré-candidato de seu partido, Mário Ferreira. Leia abaixo a carta completa escrita por Toninho:

Não serei candidato, minha vida é pública e honesta

Não tenho nenhum processo por qualquer tipo de crime. Mas, quando fui presidente da Câmara Municipal de Ourinhos, tive um parecer de irregularidades nas contas de 2009, do Tribunal de Contas do Estado.
Que estou pedindo a anulação deste parecer, pois as contas de 2010 foram aprovadas com os mesmos apontamentos de 2009, pois não tive intenção, muito menos obtive qualquer vantagem pessoal.

Foram erros administrativos:

1) Horas extras, feitas por servidores concursados, acima do permitido por lei (60 horas), devido a necessidade em alguns setores, como motoristas e vigias.

2) Gasto geral com telefonemas, do dia-a-dia da Câmara, lembrando que o que mais se faz na política é dialogar.

3) Pagamentos de vereadores sem faltas justificadas em sessões (contrariando determinação minha, que deveriam pagar mediante atestado médico), sendo que neste caso, o dinheiro foi devolvido.

Agora, é triste ver que muitos com erros bem mais graves que os da minha gestão, verdadeiros crimes, estarem exercendo mandatos de deputados, em São Paulo, Brasília e outros estados. E eu, temporariamente, impedido de poder voltar a representar honestamente a população, mesmo tendo recorrido, a exemplo dos outros citados acima, que foram impugnados, como eu , na última eleição de deputado, tendo seus recursos acatados.

Torno público minha decisão

Não serei mais candidato. Eu poderia entrar com liminar, registrar minha candidatura, lutar contra o que considero uma injustiça, mas prefiro evitar uma nova disputa judicial, sem ter segurança do resultado. Em respeito aos eleitores, o que tem faltado no nosso país, e pedindo desculpas pelo ocorrido em 2014, mais uma vez, para os que deram seu voto pra mim. Também os agradeço e aos que já tinham manifestado seu apoio pra qualquer que fosse o cargo que disputasse nestas eleições.

O objetivo de beneficiar a população

Mesmo com essa conseqüência negativa, típica de quem assume responsabilidades na vida pública, sinto-me honrado como o presidente da Câmara que fez a maior economia da história de Ourinhos, mais de R$ 3 milhões, que serviram pra fazer diversos investimentos na cidade (academias de saúde, reformas de escolas, micro-ônibus para o esporte, 3 ambulâncias, recapes, entre outros).

Bola pra frete

Quem me conhece do tempo de menino, de jovem, como jogador cheio de garra, sabe que entendo do que digo agora: vou dar passes bons e até fazer gol pelo nosso município, se Deus quiser. Sei que poderia fazer muito mais, se me elegesse, pois um político sem vaidades, cheio de disposição para servir ao povo, acaba fazendo a diferença, tanto no legislativo como no executivo. Todos sabem dos recursos que consegui em Brasília e, mais recentemente, do governo do estado, para importantes benefícios para Ourinhos. Mas vou continuar fazendo, vou continuar lutando, mesmo sem mandato, pois guardo o compromisso político e o meu respeito ao povo desta cidade, que a muito tempo aprendi a amar.

Antonio Amaral Junior