Vítima de câncer, jovem ourinhense Angélica morre aos 24 anos

Chegou ao fim na noite de quarta-feira, 23, a luta pela vida de uma jovem guerreira. Vítima de câncer morreu aos 24 anos a jovem Angélica Iselli Venerando, mãe de três filhos: Paulo, Luiza e Luiz Gabriel.

Há quase dois anos, Angélica descobriu que tinha um tumor maligno em seu pé esquerdo, após ser tratada por mais de um ano de uma aparente ‘tendinite’ de acordo com médico que a atendeu em Ourinhos.  No entanto, após fazer uma ressonância magnética em Marília, foi constatado através do laudo médico, um tipo raro de câncer na articulação do pé e infelizmente não havia mais o que fazer, o membro teria que ser amputado. O pior, no entanto, estava por vir, pois ao fazer uma tomografia, foi constatado que o câncer tinha se espalhado e havia vários nódulos em seu pulmão.

Na época, o caso de Angélica criou grande comoção nas redes sociais, pois além da situação dramática de saúde, ela e sua mãe passavam por grandes dificuldades financeiras para se manter, já que sua mãe já não podia trabalhar para cuidar da filha e dos netos e um grande campanha de doações de alimentos e roupas foi feito por meio por meio das redes sociais e Angélica chegou a dar entrevista a vários veículos de comunicação da cidade.

A luta pela vida 

Após a amputação, Angélica iniciou o tratamento de quimioterapia em Jaú e durante mais de um ano, lutou com todas suas forças para se curar do câncer, no entanto, infelizmente o tratamento não surtiu efeito e na quarta-feira à noite, Angélica finalmente descansou.

Durante todo esse período, sua mãe Ângela, de quem herdou a força para lutar, foi uma guerreira incansável ao seu lado, a apoiando em seu estado delicado e ao mesmo tempo cuidando de seus três netos, aos quais terá a responsabilidade de continuar a zelar pelo bem estar, dando todo o carinho e amor de avó e agora também mãe.