Governo deve anunciar antecipação da reabertura dos cinemas e teatros no estado de SP

O governo de São Paulo deve anunciar nesta sexta-feira, 3, a antecipação da autorização de reabertura de teatros, cinemas e salas de espetáculo para municípios que estejam na fase amarela do plano da gestão João Doria (PSDB) de flexibilização gradual da quarentena no estado.

Antes, a autorização para esses espaços culturais só estava prevista para cidades que estivessem na última fase do plano, a azul, que é a mais permissiva. Os representantes do setor devem se reunir na próxima semana para apresentar os protocolos sanitários para a reabertura.

O governo paulista adiantou para algumas entidades do setor teatral que a ideia inicial é retomar as atividades nos teatros nas cidades da fase amarela com 40% da plateia total, duração dos espetáculos de 2 horas, uso obrigatório de máscaras por parte do público, disponibilidade de álcool gel, entre outras medidas que devem ser anunciadas nesta sexta-feira (3) pelo governador João Doria.

A ideia é que, nessas cidades da fase amarela, os teatros e salas de concerto governamentais, que são de administração do estado, como a Sala São Paulo, possam reabrir em até 30 dias, desde que não haja retrocesso na classificação das cidades.

Segundo a última atualização do Plano São Paulo feita na sexta-feira (26), apenas a capital e outras cidades da Região Metropolitana estão atualmente na fase amarela, na qual também é permitida a reabertura de bares, restaurantes e salões de beleza.

Embora tenham sido autorizadas a reabrir esses setores, tanto a capital quanto o ABC decidiram aguardar mais uma semana para avaliar se os indicadores de saúde se manteriam sem piora. Nesta sexta-feira (3), haverá nova reclassificação das cidades de acordo com os índices.

Fonte: Passando a Régua