Quentinhas da Semana

Dança das cadeiras

Com o início da ” janela eleitoral ” no último dia 03,  ” esquentou ” o clima político em Ourinhos, com a troca de partido de diversas lideranças políticas.  A redação do Contratempo apurou que uma das principais novidades deve ser a filiação do vereador Flavinho do Açougue (MDB) no PL , partido do deputado federal Capitão Augusto. Além dele,  outra novidade deve ser a ida do presidente do Sindicato dos Eletricitários de Ipaussu e Região, André Paladino.  Com 1.140 votos na última eleição, Paladino deve deixar o Solidariedade para se filiar ao PL, sendo mais um nome de ” peso” entre os possíveis candidatos a vereador do Partido Liberal, que tem o comando político do deputado federal Capitão Augusto.

Outra novidade deve ser a filiação da ex- prefeita Belkis Fernandes ao PTB, deixando também o MDB, cujo domínio político passou a ser do prefeito Lucas Pocay.  Belkis deve se candidatar a vereadora pelo Partido Trabalhista Brasileiro, cujo novo presidente é André Mello, ex- secretário de Saúde da gestão de Belkis e da Administração na gestão do ex- prefeito Toshio Misato.

Novidade na eleição?

Segundo informações obtidas pelo Contratempo, o candidato do grupo político do ex- prefeito Toshio Misato e do deputado federal Capitão Augusto deverá ser um nome ” novo ” na política e deverá se filiar a algum dos partidos que compõe o grupo político até o dia 04 de abril, quando acaba o prazo para filiação e troca de partido, a fim de disputar as eleições municipais de outubro.

De acordo com fonte ligada ao grupo político, o escolhido deverá ser alguém que nunca tenha participado diretamente de nenhum partido político. Entre os possíveis nomes sondados, estão médicos, empresários e profissionais liberais que tenham prestígio e credibilidade na sociedade local.

A aposta do grupo de Toshio e Capitão Augusto é colocar alguém que seja bem visto pela população e ao mesmo tempo

” novo” na política, método que vem sendo utilizado com sucesso em nível estadual e nacional, mas últimas eleições no Brasil.

Pesquisa eleitoral

Nossa reportagem teve acesso a informação de que uma pesquisa encomendada peko grupo político do prefeito Lucas Pocay apontou que se as eleições fossem hoje, o atual prefeito seria reeleito. Além de Pocay, foram colocados como opção ao eleitor, os nomes do ex- prefeito Toshio Misato, o deputado federal Capitão Augusto  e o professor Robson Sanches.  No entanto, pelo que indica a pesquisa, se houver uma união dos outros candidatos citados  em torno de uma candidatura única, a disputa ficaria empatada.

Outro dado da pesquisa que animou as lideranças políticas da oposição é que na pesquisa espontânea ( aquela que você pergunta ao eleitor em quem ele votaria sem apresentar nomes) a intenção de voto do atual prefeito Lucas Pocay seria um terço do total da pesquisa estimulada ( em que se aponta nomes).

A pesquisa perguntou ainda qual o perfil do candidato a prefeito que o eleitor deseja votar.  A resposta foi : um candidato novo na política,  honesto e que tenha como prioridade a área da Saúde e a geração de empregos. Esse item da pesquisa chamou atenção do grupo de oposição ligado ao ex- prefeito Toshio Misato e do deputado federal Capitão Augusto, e deverá levado em consideração para a escolha do nome para disputar as eleições e tentar derrotar o prefeito Lucas Pocay.