Ecologia y Humanidade

A sabedoria da vida nos ensina que aprendemos continuamente, com esse propósito de unir a ecologia e a humanidade, encontra-se extremamente necessário nos dias atuais, devido aos problemas que estamos enfrentando pela decadência do sistema capitalista como pode-se verificar pela fome que grande parte da população passa, impactos ambientais por mal trato dos recursos naturais, a falta de uma educação alimentar e ambiental que possa entregar saúde as pessoas, entre outros aspectos.

No entanto, a vida apresenta caminhos para reparar os danos que aconteceram, e continuam a acontecer, para isso, sensibilizemo-nos pela observação da natureza viva que guia., Essa empatia de sentir a natureza é um dos princípios que povos originários carregam, vivendo com a consciência de conservar o habitat junto com o equilibro da caça e da coleta de frutos, grãos e plantas, assim possibilitando a base para a harmonia entre os biomas.,

Nesse sentido, práticas ecológicas em nosso dia a dia resgatam conhecimentos dos povos tradicionais que devido a colonização e modernização foram desaparecendo, para tal fim passaremos por várias fases nesse caminho ambientalista, dos quais enriquecem-nos com valores da essência vital de nosso ser.

De acordo com isso, como cuidar de nossa casa (planeta terra) que nos entrega o equilibro para a vida?

São simples atitudes que trazem revolução, é uma tarefa que nós podemos fazer, ou pode-se dizer, é uma missão que devemos nos comprometer a realizar. Sim, somos responsáveis de nossas ações, confie no fluxo natural da natureza para realiza-las.

Nessa perspectiva, as atitudes em pequenas escalas ao serem replicadas aumentam sua potencialidade, é aquele trabalho de formiguinha, dia após dia, entendendo primeiramente quem realmente somos além dos paradigmas que nos são exigidos, se for possível busque sua árvore genealógica, passe mais tempo com seus ancestrais para que possa alimentar com histórias autenticas as próximas gerações, você em certo momento será anciã ancião da família.

Existem muitas famílias, família de sangue, de amizades, da vizinhança, da rua, da escola, do trabalho, da praça, dos estudos, de oficinas, de eventos e festivais, do campo, de outra cidade, outro país, do rio, da mata, e, etc. Com esse olhar vemos que todes que vivem no globo são uma família, quando agimos com coerência ambiental somos benéficos com todas as vidas.

Dessa maneira, os microrganismos e os macro organismos que estão nos canteiros de uma horta com solo fértil aos cuidados agroecológicos (agricultura ecológica) são fundamentais para interagirem entre si e com as raízes proporcionando aos alimentos os carboidratos, fibras, minerais, proteínas e vitaminas que necessitamos para nutrir nosso organismo, sendo assim um alimento vivo saudável.

Em âmbito geral, praticamente todo o nosso entorno está contaminado pelos costumes dos colonizadores que se normalizaram através da globalização, ao qual, tem o poder de iludir e conturbar com informações e propagandas., Por isso que as práticas ecológicas inspiradas em saberes ancestrais que ainda resistem dão a esperança em meio ao caos que vivemos. Assim, busquemos descolonizar nossa mente para que possamos cooperar com a nova era.

Faça parte de inspirações naturais

cada atitude é demais, faça mais

 unificar em prol do conhecimento

 faça sua parte esse é o momento…

 

Caminhando em Ourinhos nossas raízes, Pablo Lauwrence vem descobrindo o ancestral para viver o presente. Estudante formado em TI – Segurança da Informação na Fatec e atualmente na graduação de Geografia na Unesp-Ourinhos., Unindo as vivencias de estudos, família, festivais, trabalhos, voluntariados, montanhas, naturezas y sítios em países como Áustria, Brasil, Canada, Chile, Espanha e Irlanda, entre outros.

Juliana Neves

Escrevo com a intenção de mudar o mundo ofertando a verdade para a sociedade. Mas a luta é diária e constante, realmente, vivendo e aprendendo e tendo o jornalismo como meu aliado.

Comentários no Facebook