Manifestantes colocam faixa em viaduto da Raposo Tavares em defesa de Lula

da Redação

Manifestantes fixaram uma faixa em devesa do ex-Presidente Lula que terá julgamento no Supremo Tribunal Federal hoje.
O plenário do STF hoje analisa a liminar do ministro Edson Fachin que anulou todas as condenações de Lula proferidas pelo ex-Juiz Sérgio Moro.

Fachin apontou que Moro foi considerado competente para julgar apenas os casos relativos à Petrobrás – o que não é o caso dos processos referentes ao ex-presidente Lula.

Condenado por “fatos indeterminados” por Moro, apontado por reportagem recente do Le Monde como um personagem que colaborou com os Estados Unidos num processo que visava, na realidade, destruir a economia do Brasil e a influência geopolítica do País.

Imparcialidade

Pesa contra as decisões de Moro denúncias de imparcialidade mensagens divulgadas de conversas com os promotores da Lava Jato em fica evidente que o juiz extrapolou suas funções e assumiu papel reservado a acusação.

Segundo Antonio Amaral Junior – Toninho do PT, presidente do PT de Ourinhos: “é muito importante manter a anulação das condenações do companheiro que foi vítima de um julgamento político por um juiz absolutamente suspeito, que agiu em cumplicidade com os procuradores da quadrilha da Lava-Jato. Portanto a manutenção da decisão de Fachin fará bem não somente para o ex-presidente Lula, mas também para o resgate da credibilidade do Poder Judiciário e para a democracia brasileira.”

Da Redação
Com informações de Brasil247 e Conjur

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info