Grupo de teatro ourinhense apresenta história de Natal que rompe com o estrangeirismo

O Grupo de teatro ourinhense, Panela de Expressão, apresenta a peça “O Segredo do Natal”, a partir do dia 1.º de dezembro, no Teatro Municipal Miguel Cury. O espetáculo traz uma perspectiva brasileira e cotidiana para uma história de Natal.

De acordo com a diretora da peça, Karina Zimmermann, a ideia é desconstruir a lógica comercial e o estrangeirismo da história de Natal. Por isso, a obra dispensa, para o cenário e o figurino, o inverno e a neve, as roupas pesadas e vermelhas e contracena com atores que representam, de fato, o Natal brasileiro.

Nas produções artísticas tradicionais, mesmo nas brasileiras, sempre se relacionou o Natal ao Papai-Noel branco, de roupa de inverno e com as cores vermelhas. Bem como para os outros personagens, o Natal brasileiro sempre foi decorado por uma estética que retrata somente pessoas brancas e referências europeias. “Na peça, a gente fala sobre uma imagem de um velhinho, mas a gente não fala ‘o papai-noel’, criado comercialmente pela Coca-Cola. Na nossa história, a fada e a princesa são atrizes negras, sem aquele figurino ‘óbvio’ de Natal, todo verde, vermelho e dourado”, explica a diretora. 

A peça será apresentada nos dias 1, 2 e 3 de dezembro, às 15h, para entidades e escolas. No dia 4, às 16h30, o Teatro Miguel Cury será aberto ao público em geral. Os ingressos serão distribuídos gratuitamente a partir do dia 1.º, no teatro. 

Ainda, o grupo Panela de Expressão aproveita para arrecadar brinquedos para doação. Nos dias das peças, as contribuições serão recolhidas. É muito importante que os brinquedos estejam em bom estado.

Confira a sinopse da peça: 

 São Nicolau, o velhinho que deu origem à figura do Papai Noel, tem uma oficina para consertos de bonecas que são entregues às crianças no dia do Natal. Os dois trabalhadores da oficina são os Espíritos do Natal, que recebem cartas com diversos pedidos, entre elas, a carta de um menino que deseja uma cabeleira cacheada nova para sua boneca e a carta de uma menina que quer encontrar a boneca que perdeu há um ano na beira da estrada. Os Espíritos fazem o possível para realizar esses sonhos, pedindo ajuda para Alika, a boneca mais bonita e generosa que mora na casa da Fada do Natal. A peça traz questionamentos sobre as imagens de padrões estrangeiros que temos do Natal, das bonecas maravilhosas e das fadas encantadas. Na montagem, além de contar com músicas natalinas interpretadas ao vivo, trazemos referências à cultura africana, que é a raiz de todos nós, além do real segredo do Natal.

Elenco:

Herllon de Abreu Ataliba

Karina Zimmermann

Larissa Barichello

Vanessa Machado

Rafaela Paes 

 

Músicos:

Breno Cavalcanti ( flauta)

Gilliard Cirineu Machado (percussão)

Matheus de Souza Faria ( viiolão)

Willians Alexandre Buesso da Silva ( cavaquinho)

Vanessa Machado (voz)

 

Iluminação: Rodrigo Rodrigues e Wladimir Coutinho Lopes

Figurino: Karina Zimmermann e grupo

Confecção de parte dos figurinos: Costureiras e equipe da Escola de bailado

Cenografia: Karina Zimmermann

Coreografia: Rebeca Oliveira 

Fotografias: Eduardo Pretti

Arte de material gráfico: Leandro Andrade

 

Realização: Curso Municipal de Teatro, parceria com Escola Américo de Carvalho e Bailado de Ourinhos- Secretaria de Cultura de Ourinhos

 

Eduarda Schuh

23 anos e ourinhense de coração. Jornalista em busca do combate às desigualdades e injustiças. Luto pelo poder popular!

Comentários no Facebook