Luta em defesa da vida digna: a vida acima dos lucros

No dia 10 de setembro o Movimento Povo na Rua, Fora Bolsonaro/Mourão realiza uma mobilização nacional para mostrar a força da classe trabalhadora e suas organizações diante das ameaças golpistas e piora das nossas condições de vida.
O governo Bolsonaro/Mourão faz constantes ameaças autoritárias no sentido de não aceitar os resultados das eleições, ameaçando tomar o poder do estado, com apoio de setores de grandes empresários e das forças armadas.

O bolsonarismo é resultado da ditadura empresarial-militar no Brasil, o golpismo faz parte do seu pensamento e ações.
Por isso, o bolsonarismo alimenta o ódio à classe trabalhadora e também a violência. Os seguidores mais fanáticos do bolsonarismo estão dispostos a matar e cometer outros crimes violentos, como ocorreu, por exemplo, em Foz do Iguaçu.

Armar a milícia bolsonarista é uma estratégia de governo do bolsonarismo para a manutenção do seu poder e roubo escancarado do dinheiro público, como ocorre na família Bolsonaro.

O genocídio em curso pelas ações dos bolsonaristas durante a pandemia também é uma estratégia de governo. Assim como os preços altos dos alimentos, dos aluguéis, transporte, desemprego e sucateamento das políticas públicas visam apenas garantir lucros aos milionários empresários, a custo de morte e sofrimento dos (as) trabalhadores (as).

Derrotar o bolsonarismo nas urnas e nas ruas!
Podemos vencer o bolsonarismo nas ruas com a organização da nossa classe, somos a maioria desse país e produzimos todas as riquezas.

Somente um movimento de rua tem força para impedir o esquecimento do genocídio causado pelo bolsonarismo. Com a organização da nossa classe e movimento de rua podemos garantir empregos e vidas dignas. Para garantirmos justiça em relação ao genocídio e todos os crimes causados pelo bolsonarismo contra a classe trabalhadora.

Voto livre e contra a violência política!

Derrotar o bolsonarismo nas urnas e nas ruas!

Fora Bolsonaro/Mourão!

Pelo poder popular!

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info