Ministro de Bolsonaro demitido por acusações de corrupção esteve em Ourinhos

A recente demissão do ministro da Educação do governo de Jair Bolsonaro (PL) Milton Ribeiro pelo escândalo de corrupção revelado por áudios divulgados na imprensa, trouxe a lembrança de que o dito esteve na região de Ourinhos-SP em junho do ano passado (2021).

Na ocasião o Jornal Contratempo, em parceria com a Revista Fórum, denunciou que Milton Ribeiro usou jatinho da empresa RC Nutry Alimentação Ltda. para se locomover até a cidade.

Uma investigação conduzida pela equipe de reportagem Jornal contratempo revelou que a empresa RC Nutry Alimentação Ltda. Descobriu que o jatinho não tinha permissão para fazer táxi aéreo, tratando-se de flagrante ato ilícito.

Carona

A assessoria do ministro a época justificou para a reportagem que Milton Ribeiro havia “pegado uma carona” na aeronave da empresa que estava através de Antonio Nhola, da Associação Paulista de Municípios.

Desculpa esfarrapada

Procurado pela Fórum, Nhola informou que pediu a aeronave para Cunha para ele ir ao evento, pois Ourinhos é longe do local onde se encontrava. “Ao saber disto, o assessor especial do Ministro Odimar Barreto me solicitou a carona, pois aviões da FAB não descem na cidade e o ministro teria que ir de carro”, explicou. Os dois, ministro e assessor, viajaram na aeronave.

Mentira tem perna curta

O aeroporto Jornalista Benedito Pimentel de Ourinhos possui pista de 1500 metros de comprimento, mesmo tamanho que a pista 2 do aeroporto de Congonhas na capital e já foi utilizado em diversas ocasiões por aviões da Força Aérea Brasileira (FAB).

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info