Munícipes reclamam que coleta de lixo não está sendo realizada

Não se sabe qual é a empresa (nome) e qual o custo para os cofres públicos até que a licitação, forma legal de outorga do serviço, seja iniciada e finalizada.  

Na ultima 2ª feira, dia em que a PMO assumiu o recolhimento do lixo na cidade, nas redes sociais munícipes de vários bairros queixavam-se que o serviço da coleta não estava sendo realizado, as manifestações vieram de moradores dos bairros Nova Ourinhos, Jd. Ouro Fino, Vila Margarida, Boa Esperança, Jardim América e Europa.

Cobrada pela pelas reclamações, a Prefeitura respondeu por meio de nota, que, em virtude da transição do serviço da SAE para a Prefeitura de Ourinhos, a coleta de lixo domiciliar atrasou e se iniciou entre a tarde e à noite de segunda-feira (19).

A previsão era de que a coleta seria normalizada de forma gradativa a partir de ontem terça-feira (20), com o cumprimento do cronograma diário dos bairros.

Sem Licitação?

Transferido da SAE para a Prefeitura, o serviço deverá ser operado por empresa particular terceirizada por meio de licitação cujo processo de concessão ainda não foi iniciado. Ao que parece, o serviço considerado essencial está sendo executado de forma emergencial não por servidores da administração, mas por trabalhadores da uma empresa.

Os últimos acontecimentos em torno dessa questão, dá sinais de que a precarização do serviço de coleta está posta, existe muitas dúvidas quanto à forma como a contratação emergencial foi formalizada.

Não se sabe qual é a empresa (nome) e qual o custo para os cofres públicos, até que a licitação, forma legal de outorga do serviço, seja iniciada e finalizada.

Segundo a nota da PMO, a empresa contratada pela Prefeitura de Ourinhos para realizar a coleta domiciliar disponibilizou cinco novos caminhões compactadores de lixo e equipe de funcionários para realizar o serviço sem informar o total de coletores e veículos utilizados para o serviço.

 

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info

Comentários no Facebook