Prefeitos da Ummes esclarecem ações em conjunto para diminuição da Covid-19 na região

De acordo com o presidente do consórcio e a prefeita de Ribeira do Sul é necessária atitudes regionais para o combate à pandemia de coronavírus e não ações individuais

 

Juliana Neves

 

Recentemente, Ourinhos está enfrentando uma crise na saúde pública com a diminuição dos leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) para Covid-19 do Sistema Único de Saúde (SUS), além do aumento de casos da doença e de óbitos no município. Diante deste cenário, o Jornal Contratempo procurou por alguns prefeitos da União dos Municípios da Média Sorocabana (Ummes) para compreender as ações das cidades da região e de atitudes em comum para todos os municípios.

Para Salma Aparecida Meroto Beffa (MDB), prefeita de Ribeirão do Sul, a situação caótica na saúde é de todo o estado de São Paulo, além do Plano Nacional de Imunização (PNI) não estar cumprindo com o calendário programado. Dificultando a rápida imunização nos municípios e retardando o convívio social.

Sendo assim, a prefeita é consciente que para diminuir os casos da Covid-19 é necessária uma parceria entre os municípios e a prefeitura para conscientização e colaboração de todos, colocando em prática as recomendações de restrições.

“Com esse propósito, a Prefeitura Municipal de Ribeirão do Sul vem desenvolvendo trabalhos relevantes de acordo com cada fase da pandemia segundo os critérios de classificação do Plano São Paulo. Pensando na prevenção, estamos realizando fiscalização através de força tarefa entre departamentos públicos e polícia militar nos estabelecimentos comerciais e nas ruas com carro de som. Nossos servidores municipais, incluídos no grupo de risco e que ainda não foram imunizados, permanecem afastados de suas atividades profissionais, bem como os professores da rede pública Municipal de Educação estão em home office. As repartições públicas e ruas, incluindo os bueiros, estão sendo sanitizadas constantemente.  O atendimento na Saúde é outra grande preocupação, uma vez que queremos garantir qualidade e eficácia para a população. Por isso, estamos disponibilizando atendimento 24 horas no Posto de Saúde com médicos, remédios, exames de tomografia, exames de sangue, ambulâncias, aumento do estoque de oxigênio, aquisição de capacetes respiradores através de doações do Governo do Estado e munícipes e monitoramento dos pacientes que testam positivo. Estamos todos os dias melhorando o atendimento, podemos observar isso quando analisamos o índice de curados em relação aos positivados”, explica Salma.

Sobre a Ummes, a prefeita afirma que sempre estão em reunião com discussão de pautas importantes relacionadas à pandemia e que as secretarias de cada município e os Promotores das Comarcas participam com frequência. O objetivo é um alinhamento regional para adoções de medidas restritivas baseadas no Plano São Paulo.

Por exemplo, o lockdown poderia ter resultado efetivo se fosse uma atitude regional e não individual. Outro assunto muito discutido entre a Ummes é a tentativa de compra de vacina direto com laboratórios internacionais que, até o momento, não foi concretizada.

“Toda ação Municipal está sendo elaborada pela equipe da Prefeitura, com muito zelo e cuidado, pensando no bem-estar da nossa população. Porém este resultado não depende somente da administração pública Municipal de Ribeirão do Sul, mas também da colaboração dos munícipes, municípios vizinhos, Governo Estadual e Governo Federal. Estamos em luto pelas perdas e em orações pela recuperação de muitos que se encontram enfermos”, conclui Salma.

Marco Aurélio Oliveira Pinheiro (PSD) é o prefeito de São Pedro do Turvo e presidente da Ummes que nos respondeu via ofício oficial que está abaixo na íntegra:

Por fim, Diego Singolani (PSD), prefeito de Santa Cruz do Rio Pardo, e Lucas Pocay (PSD), prefeito de Ourinhos, não responderam o nosso questionamento para esclarecimentos da atual situação, principalmente no município dos ourinhenses.

Juliana Neves

Escrevo com a intenção de mudar o mundo ofertando a verdade para a sociedade. Mas a luta é diária e constante, realmente, vivendo e aprendendo e tendo o jornalismo como meu aliado.

Comentários no Facebook