Apeoesp  colhe assinaturas para PEC de iniciativa popular para barrar corte de verbas da educação

 

A Apeoesp – Sindicato dos Professores do Ensino Oficial no Estado de São Paulo desencadeou uma campanha em todo estado uma coleta de 300 mil assinaturas para apresentação de uma PEC – Proposta de Emenda à Constituição Estadual, de iniciativa popular, para barrar a redução de 25%  (PEC 9/2023) dos recursos na educação estadual, como quer o governador Tarcísio de Freitas.

A redução  de recursos implica em menos investimento em pesquisa, produção científica e tecnológica, no desenvolvimento econômico e cultural, afetará desde estudantes da educação básica ao  ensino superior, docentes e demais profissionais da educação.

Conforme a deputada estadual Professora Bebel (PT), segunda presidenta da Apeoesp, a iniciativa do abaixo assinado busca mobilizar a sociedade paulista, para garantir a dotação orçamentária de 30% para a educação. Se a proposta do govenador avançar haverá o corte de R$ 10 bilhões nas verbas do sistema público estadual de ensino.

Para a deputada o que o governador paulista pretende é um crime e a coleta de assinaturas embasará um Projeto de Emenda à Constituição de iniciativa popular para ser protocolado na ALESP.

Postos de coleta estão espalhados em todo o estado,  as subsedes da APEOESP formaram grupos para intensificar a coleta de assinaturas nas escolas, comunidades, famílias, vizinhanças e nas ruas.

A anotação do número do Título de Eleitor é uma exigência legal, para que cada assinatura tenha validade.

Amanhã dia 28 de novembro trabalhadores de diversos setores do funcionalismo público do estado de São Paulo realizarão uma greve geral em protesto contra os projetos de privatização de serviços públicos em andamento,  a concentração está marcada às 15 horas na Assembleia Legislativa .