CINEMATECA BRASILEIRA Mostra O Cinema á Deriva – Juan Siringo

 

Por João Teixeira

– Neste domingo (26), a Cinemateca Brasileira (www.cinemateca.org.br/) exibirá trechos inéditos de filmes 8mm e 16mm do argentino Juan Siringo, radicado no Brasil desde os anos 50.

Á Deriva (1965, 37′), adaptação de conto do poeta catarinense Lindolf Bell, tem Karin Rodrigues no elenco. A trilha sonora é da cantora Tuca. É o drama existencial de um jovem com sua própria realidade.

Chico, O Leve (1967, 16′), foi exibido no Festival de Karlovy Vary e premiado pelo Instituto Nacional do Cinema.

Em meio á miséria da seca, um homem acaba por levitar, na adaptação de um conto de Enrique Anderson Imbert.

A Nova Gente (trechos recuperados, de 1969), mostra os levantes estudantis de 1968 no mundo.

Este longa-metragem teve trechos censurados, sob o AI-5, que impediram seu lançamento comercial.

Pecado Sem Nome é o retrato da marginalidade inspirado numa notícia de jornal popular.

Após as sessões, haverá bate-papo com os organizadores e o realizador, Juan Siringo.

A iniciativa é parte de um projeto de pesquisa desenvolvido pelo artista de vídeo, montador e pesquisador de cinema Felipe Abramovictz, desde 2018.

Cinemateca: Rua Felipe Cardoso, 20, Vila Mariana – SP.

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info