13ª Mostra Sergio Nunes de Teatro começa nesta 5ª feira (21)

 

Começa nesta 5ª feira (21) e vai até o dia 30 de setembro a 13ª “Mostra Sergio Nunes  de Artes Cênicas”, nesta edição da mostra traz para os palcos os temas Afrodescendência e Afrofuturismo  com abordagens relacionadas  à comunidade negra: seus costumes, tradições, lendas, memórias, e as perspectivas  de futuro.

Com curadoria de artistas da comunidade local, Crislei Alberto de Paula (ator) do Grupo Soarte , Everton Vitor (Artes Visuais), Andreisy Natel  (cantora),  Rafaela Paes (coreografa),  a mostra traz o  negro como protagonista, enfocando os anseios, pensamentos e aspectos sociais e políticos.

De acordo com informações da Secretaria de Cultura promotora do evento, a temática procura  o despertar para a consciência histórica e ancestral da comunidade negra numa exaltação ao seu futuro, e questionamento do apagamento da cultura Afro.

Os espetáculos e oficinas acontecerão no Teatro Municipal Miguel Cury, Praça Melo Peixoto e Núcleo de arte Popular, as apresentações teatrais e oficinas são gratuitos, mas tem número limitado de inscrições e participantes sem necessidade de retirar convites antecipados.

A curadoria contou ainda a atriz, diretora, arte-educadora, educadora física e psicopedagoga Karina Mori Zimmermann, com a coordenação geral de Valfredo Inforzato, ator, diretor, arte-educador, gerente de artes cênicas da secretaria municipal de cultura e curador da Mostra.

Valfredo revelou a reportagem do Contratempo que a ideia do tema afrodescendente e Afro futurismo foi do Secretário de Cultura Vinícius Costa, “e eu topei o desafio, todos os grupos que irão se apresentar na amostra  tem como a temática vivência negra suas histórias, suas frações e  previsões para o futuro.  Como a sociedade e a comunidade negra se vê . Qual a perspectiva dela frente ao futuro   para abrir essa discussão que foi o mesmo tema da Litou (Festival de Literatura de Ourinhos)”.

Valfredo Inforzato, ator, diretor, arte-educador e curador da Mostra

A abertura nesta quinta-feira dia 21 será com o grupo local “Panela de Expressão”, fruto das oficinas de teatro promovido pela Secretaria de Cultura com direção de Karina Mori Zimmermann.

“O espetáculo é “Orfeu preto e a Tríade da vida”, uma adaptação de “Orfeu da Conceição” do Vinícius de Moraes, no dia seguinte na sexta-feira é o outro grupo também resultado das oficinas de teatro da Secretaria de Cultura. Iremos apresentar uma adaptação do livro “Quarto de despejo” da Carolina Maria de Jesus, o espetáculo chama-se  “Fala da fome” uma adaptação pessoal minha com algumas sugestões do próprio elenco com jovens atores”, destacou .

No sábado e domingo acontecerá a oficina de técnica Eutonia sobre auto equilíbrio, descoberto do corpo através de aquecimentos, para atores, bailarinos e quem mais se interessar. De acordo com o coordenador da mostra de para ficar por dentro da programação o público pode acessar as redes sociais da Secretaria de Cultura (Cultura Ourinhos) no Facebook e Instagram que além da programação com os dias, locais e horários há sinopses das peças.

“Tenho que destacar e agradecer a todos os funcionários da secretaria que estão envolvidos nesse trabalho de realização da Mostra e aos parceiros da Curadoria todos integrantes da comunidade ourinhense, artistas que trabalham ou moram ou já moraram e trabalharam em Ourinhos. O Crisley Alberto que é ator professor de artes, Andreisy Natel atriz e cantora musicista, o Everton Vitor também ator, diretor, produtor cultura e a Rafaela Paes atriz, bailarina professora dança”, lembrou Valfredo  .

Conforme o diretor, foi feita uma prévia na seleção das peças considerando apenas a qualidade técnica de Interpretação, iluminação; passando por uma gama de espetáculos com auxílio da Karina Zimmermann e os demais membros da curadoria.  “Eles analisaram as histórias e de acordo com a escolha deles a grade da mostra foi montada. Então foi uma parceria da Secretaria de Cultura junto com esses representantes da comunidade negra”, pontuou

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info