Polícia instaura inquérito para apurar morte de jovem baleada na cabeça por companheiro em Ourinhos

 

jessica_faceA Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) instaurou inquérito na segunda-feira (21) para investigar a morte de uma jovem, de 25 anos, que foi baleada na cabeça na noite de sábado (19), em Ourinhos (SP). O caso foi registrado como feminicídio, pois o suspeito é o companheiro dela. De acordo com a delegada Ana Rute de Castro Bertolazzo, familiares da vítima serão ouvidos na terça-feira (22).

O suspeito Maycon Nunes do Nascimento, de 23 anos, continua sendo procurado. De acordo com informações da Polícia Civil, ele teria atirado em Jessika Batista dos Santos após uma discussão na casa onde moravam no bairro Vila Boa Esperança.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que ouviram o barulho do tiro e encontraram a vítima caída em frente a casa, que fica nos fundos de outra residência. Jessika chegou a ser socorrida e passou por cirurgia na Santa Casa, mas não resistiu ao ferimento.

A polícia procura pelo suspeito, que fugiu após o disparo. Ele é considerado foragido e vai responder pelo crime de feminicídio. Segundo amigos da vítima, Jessika tinha um filho de outro relacionamento e estava com Maycon há pouco mais de um ano e meio. O corpo dela foi enterrado no domingo (20), no Cemitério Municipal de Ourinhos.

Após agredir ex-namorada, jovem ateia fogo em sua casa e é preso pela PM em Bernardino de Campos 

Menos de 24 horas após o assassinato de Jessika em Ourinhos, um caso semelhante quase também terminou em tragédia em Bernardino de Campos, onde depois de várias ameaças após o término do relacionamento, o jovem Leonardo Gomes de Oliveira de 21 anos colocou fogo na casa da ex-namorada na madrugada desse domingo (20), em Bernardino de Campos. Horas antes ele já havia agredido a mulher e feito ameaças de morte e de que iria queimar tudo o que era dela. A ocorrência teve início em uma praça no centro de Bernardino de Campos, quando a jovem Ana Claudia ligou para a Polícia Militar, informando que seu ex-namorado que é usuário de drogas, teria lhe agredido e feito várias ameaças. “Ele me arrastou pelo cabelo, me deu chutes. Saiu dizendo que iria queimar tudo que era meu”, disse à mulher aos policiais antes de ser socorrida até a Santa Casa local.

Em entrevista a um site local, Ana Cláudia contou que não tinha para onde ir, juntamente com a filha de 11 anos. A jovem perdeu tudo, no incêndio criminoso. “Estou só com a roupa do corpo. Minha filha não tem roupa para se trocar. Minha carteira com o dinheiro da compra do mês, meu celular, tudo o que me esforcei para conquistar foi queimado”, disse chorando.

Foto/Repórter na Rua

Leonardo agrediu a ex-namorada e pôs fogo em sua casa, em Bernardino de Campos na madrugada de domingo

Mulher é ameaçada com facão e agredida pelo marido em Igaraçu do Tietê   

Na segunda-feira (21) à noite,  outro caso muito semelhante ao de Jessika aconteceu em Iguaraçu do Tietê, onde uma mulher foi agredida pelo companheiro. Segundo a Polícia Militar, a vítima contou que ele a ameaçou de morte com uma faca, pegou a mulher pelo pescoço e a agrediu com socos.

Ele ainda a jogou no chão e deu chutes na cabeça dela. Depois disso, o agressor foi até o quarto, pegou uma cartucheira e atirou perto do ouvido da vítima, mas por sorte não a atingiu. Ele fugiu em seguida.

A mulher de 25 anos chamou a Polícia Militar e passou por atendimento no pronto-socorro. O agressor não foi encontrado. Na casa deles foram apreendidas várias munições calibre 36.

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info