Divina Comédia, atravessar o Inferno e o Purgatório até chegar ao Paraíso – Por Pedro Saldida

 

 Na obra prima Dante, escrita por Dante Alighieri no séc. XIV e que faz parte do humanismo, guiado pela alma do poeta Virgílio, atravessa o Inferno e o Purgatório até chegar ao Paraíso, onde encontra a alma de sua querida Beatriz, que busca a salvação para o seu amado.

O Humanismo é uma corrente intelectual, que surgiu na Europa durante a transição da Idade Média para a Idade Moderna, entre os séculos XIV e XVI. Esta corrente tem o homem como o centro de tudo. Esta corrente valoriza o ser humano. A valorização do ser humano é inspirada nos modelos clássicos greco-romanos, em que se valorizava o corpo humano e as emoções do homem.

Lembrei desta obra e do humanismo por causa da nossa querida Gestão. Tudo porque vão terceirizar por seis meses o atendimento na saúde do nosso Município, ou seja vão entregar património e recursos públicos para a iniciativa privada. Estamos a falar de mais de 18 Milhões de Reais gastos quem sabe em cabos eleitorais, perdão, em funcionários para a saúde pública.  A gestão está repassando verbas para o setor privado sem sequer haver licitação e sem transparência. Em vez de valorizar os servidores públicos dá mais um tiro no pé.

Relembrando que têm sido constantes as denúncias acerca da má utilização dos recursos públicos e inclusive relações promiscuas das entidades privadas com o Estado.

Sou totalmente contra esta prática já que entendo que é uma clara manifestação de incapacidade de uma Gestão para resolver os problemas dos seus munícipes e um aproveitamento em muitos casos para cometer atos ilícitos.

Pedro Saldida é Servidor público, Bacharel em administração

Mas o que esperar de uma Gestão que nem cuida do Município, quanto mais da saúde ou da educação. Façam uma vistoria nas escolas e vejam as condições precárias em que muitas se encontram, quando algo é feito é a unidade escolar que faz, como por exemplo aqui há uns anos ajudei a contribuir, enquanto técnico de futsal, para a compra de tinta para pintar a quadra da escola Racanello.

Aliás esta Gestão deixou a desejar em muitos quesitos neste mandato que se finda no final do ano, e nem Caio com Dr. Ferreirinha como vice, conseguirá inverter a insatisfação, a desilusão de servidores e munícipes. Defendo a mudança há muito porque vi os caminhos que estavam sendo trilhados. Lucas Pocay tinha tudo para ter sido um dos maiores Prefeitos da nossa Cidade. Lamentavelmente vai sair envolto em muita suspeição, veremos após a sua saída o que será dos processos atualmente em tramitação.

No Estado de São Paulo assistimos a uma verdadeira novela mexicana com Renato Feder( Secretário da Educação) como ator principal e a Vunesp como coadjuvante.

O concurso para professores do Estado tem sido um sem número de atropelos inexplicáveis. Aliás Renato Feder é perito em ser uma personagem envolta em polémicas.

Mas voltando ao concurso público. Os professores fazem suas provas em Agosto de 2023. Aparece uma ferramenta de avaliação chamada vídeo aula. Na minha humilde opinião essa mesma ferramenta é que está no centro do Tornado. Como tornar público o resultado de um concurso quando ainda decorrem recursos pendentes? Muitos professores possuem o número de protocolo, fizeram o vídeo mas a Vunesp não o consegue abrir, tudo porque não foi capaz de criar ferramentas fortes e potentes para os vídeos enviados, para conseguir abrir todos os vídeos, nem criou ferramentas para os professores os enviarem. O resultado final do concurso ainda não está oficialmente terminado, mas o Secretário da Educação do Estado de São Paulo resolve pegar a classificação e chamar os professores e colocá-los como temporários, tudo para dia 15 de Fevereiro ter as aulas em pleno funcionamento.

O recurso e a atribuição de aulas vão gerar um grave problema para os cofres públicos, explico porquê. Os recursos das vídeo aulas, sendo aceitos irão mexer na classificação dos professores, logo terá que ser feita atribuição feita de novo. E o que vai acontecer com os professores que assumiram esta Sexta passada? Vão perder tudo e esperar nova atribuição? Em muitos casos irei assistir a ações judiciais, quem sabe até coletivas, contra um processo todo ele errado desde o seu começo, mas que foi piorando com as decisões tomadas ao longo do processo. É um sem número de posições que em nada favorece os professores, quanto mais os seres humanos. Mas não podemos esperar muito de uma Gestão Estadual que nomeia um Secretário da Educação que é sócio da Multi, a ex Multilaser, uma empresa de produtos digitais com contratos com o Governo Estadual feitos na Gestão do Dória, daí a tentativa de abdicar de 10 Milhões de livros didáticos para implementar material digital.

Na Sexta a Justiça acatou o mandado de segurança da suspensão das atribuições, impetrado  pela Apoesp, mas a suspensão durou 1 hora e meia somente.

Esperemos que não prejudiquem a vida das pessoas que assumiram as escolas assim que o processo finalmente terminar.

Pela Europa assistimos esta semana a manifestações por parte dos agricultores europeus. Agricultores Espanhóis, Italianos e de outros Países Europeus participaram de um ato em Bruxelas, nas portas do Parlamento Europeu, jogando ovos e pedras, tendo inclusive provocado fogo e soltado rojões. A razão dos protestos se prendem contra as regulamentações verdes e as importações baratas.

Na vida sempre falei que não existem coincidências e falo isto porquê, porque a extrema-direita, em que o agro negócio é um eleitorado crescente, está a assumir vantagem grande para vencer as eleições em Junho para o Parlamento Europeu.

Os agricultores afirmam que vivem sob forte taxa de impostos, e estrangulados pelas regras verdes e que enfrentam concorrência desleal do exterior, nomeadamente do Mercosul.

Veja-se a contradição, a extrema-direita defende a livre concorrência de mercado, em que não há controle do Estado sobre a Economia, isto é, entendem que o mercado é capaz de se autorregular. Os agricultores estão contra a livre concorrência de mercado. Mais uma vez vos digo a extrema-direita não dá as resposta certas, dá as mais fáceis. E o extremismo, seja ele de que vertente for, é ruim, é assustador, é prejudicial à mera convivência humana. Mas acredito profundamente que no núcleo terrestre, que se encontra a uma profundidade que vai de 5.100 Km até 6.370 Km., dividido em núcleo externo e núcleo interno, sendo o centro da terra sólido acredito que Deus escreveu lá em letras bem grandes a palavra AMOR, sentimento em falta na superfície terrestre.

 

Como sempre, termino com uma frase, desta vez do próprio Dante Alighieri:

“Entregou-se tanto ao vício da luxúria que em sua lei tornou lícito aquilo que desse prazer, para cancelar a censura que merecia.”

 

 

Pedro Saldida