DE OLHO NOS RURALISTAS – Multinacionais patrocinam desmonte sócio-ambiental

João Teixeira*
O Governo Lula da Silva terá pela frente o desafio de enfrentar os interesses antinacionais do agronegócio e da mineração.
Os mesmos que estão sendo identificados como patrocinadores das manifestações antidemocráticas dos últimos dias.
Segundo denúncia do portal De Olho nos Ruralistas, o poderoso lobby de empresas estrangeiras e brasileiras vem financiando pesadamente parlamentares, deputados e vereadores.

👉 Importantíssimo!!!

Dossiê sobre financiamento da bancada ruralista revela quais são as multinacionais que patrocinam o desmonte ambiental no Brasil. As produtoras de agrotóxicos e sementes transgênicas Bayer, Basf e Syngenta, as processadoras de soja Cargill, Bunge, ADM e Louis Dreyfus; os frigoríficos JBS e Marfrig e indústrias do setor alimentício Nestlé e Danone praticamente pagam deputados e senadores para que eles pautem, defendam e votem a favor da PL do Veneno, a PL da Grilagem na Amazônia e a PL da Mineração em Terras Indígenas.

Os deputados e vereadores da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) atuam como “funcionários” dessas empresas dentro do governo, ferindo a constituição e o compromisso pelo qual foram eleitos representantes dos interesses da nação. Durante o governo Bolsonaro, essas multinacionais reuniram-se pelo menos 278 vezes com membros do alto escalão do Mistério da Agricultura, para pautar seus interesses, algumas dessas reuniões fora da agenda oficial.

Segundo o relatório há um cérebro e um mecanismo organizado através do Instituto Pensar Agro (IPA), que planeja, escreve e exige que esses deputados e vereadores trabalhem para mudar a constituição do país de acordo com seus interesses.

leia mais em:
De Olho nos Ruralistas lança dossiê sobre financiamento da bancada ruralista: https://bit.ly/3zeNRhx

baixe o relatório completo:
Os Financiadores da Boiada: como as multinacionais do agronegócio sustentam a bancada ruralista e patrocinam o desmonte socioambiental – De Olho Nos Ruralistas:
https://bit.ly/3RLJuml

*O jornalista João Teixeira integra o Conselho Editorial do Jornal Contratempo.