Empresário do interior de SP e sua filha são presos em Portugal acusados de golpe milionário

A polícia portuguesa prendeu Claudio Roberto da Costa Reis e sua filha, Thalita Mayara Gonçalves Reis, na última quarta-feira (15) na cidade do Porto, em Portugal. A dupla do interior de São Paulo é acusada de liderar um esquema que praticava supostos golpes de lavagem de dinheiro e estelionato no Brasil.

Os supostos golpes relacionados a locação de automóveis em duas cidades do interior Hortolândia e Sumaré,  ocorreram entre março de 2019 e junho de 2022 quando foi descoberto.  Os suspeitos donos da empresa RT&T Rent a Car,  alugavam carros de grandes  locadoras e relocavam  com a promessa de “cashback” com devolução de 100% do valor ao final do contrato.

Além de aluguel de carros os suspeitos tinham empresas com  negócios no ramo de  investimentos em criptomoedas num  esquema de pirâmide que deu prejuízo a dezenas de pessoas num montante de R$ 43 milhões.

No mesmo ano quando o caso veio à tona os dois fugiram para Dubai  fixando-se em local desconhecido, em março deste ano a Justiça solicitou a inclusão o nome dos dois acusados na lista vermelha da Interpol.

Segundo o advogado de Claudio e Talita, seus clientes saíram do país  depois que alguns lesados pelo esquema, invadiram e causaram destruição na residência dos acusados e de seus familiares.

Ainda conforme o advogado,  durante a pandemia os negócios começaram a dar errado e  sem giro de caixa e desvalorização das criptomoedas acumularam dívidas.

Com a inadimplência, as locadoras solicitaram a busca e apreensão dos automóveis  deixando os clientes que  alugaram veículos na RT&T no  prejuízo. A Justiça deverá pedir a extradição dos acusados.

 

 

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info