Júri absolve Padre acusado de atropelar e matar “Anjinho” após furto à igreja em Santa Cruz

Cameras flagram momento do furto

Em julgamento realizado ontem sexta-feira (12) no Fórum de Santa Cruz do  Rio Pardo o Tribunal do Júri absolveu o padre Gustavo Trindade dos Santos, acusado de atropelar e matar Ângelo Marcos dos Santos Nogueira (apelidado de “Anjinho”)  flagrado por câmeras furtando a casa paroquial de uma igreja da cidade em maio de 2022.

Gustavo Trindade dos Santos foi inocentado da acusação de homicídio qualificado, a promotoria pode recorrer da decisão.

Na noite dos fatos câmeras de monitoramento gravaram  o momento em que o suspeito” invadiu a casa paroquial  arrombando uma das janelas subtraindo peças de roupas.

Quando fugia por uma avenida da cidade, Angelo foi perseguido e atropelado pelo veículo conduzido pelo religioso sendo  arremessado contra um portão de uma residência, o padre  deixou o local sem prestar socorro.

Ângelo foi internado na Santa Casa de Santa Cruz e conforme laudo do Instituto Médico Legal, faleceu dia 27 de julho de 2022 em consequência de  complicações decorrentes do atropelamento.

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info