Foto Ilustrativa/Foto divulgada pela Polícia Civil, na casa de um dos presos na operação Querubim.

Em Ourinhos, dois homens são presos por armazenar e compartilhar conteúdo de exploração sexual infantil

Na manhã desta quarta-feira, 10, a Polícia Civil realizou uma operação de combate à exploração sexual infantil no Centro-Oeste Paulista. Em Ourinhos, a ação prendeu dois homens que armazenavam material e conteúdo de pedofilia e exploração sexual infantil na internet, em suas residências.

De acordo com a Delegacia Seccional de Ourinhos, estes homens foram apontados como suspeitos por uma investigação anterior e, hoje, a polícia colocou em ação os mandados de busca nas residências dos criminosos.

Nas duas casas investigadas, foram encontrados equipamentos eletrônicos e um vasto material de exploração sexual infantil, que estavam sendo compartilhados com outras pessoas em redes de pedofilia da internet.

Os homens foram presos em flagrante por violarem os artigos 241 A e B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que proíbe o armazenamento e compartilhamento de conteúdo (fotos e vídeos) de pedofilia.

Ambos foram encaminhados para a Cadeia Pública de São Pedro do Turvo.

A polícia não pode revelar a identidade dos criminosos em casos como este.

Nas demais cidades do Centro-Oeste Paulista (Bauru, Jaú, Pederneiras, Ourinhos, Tupã, Ubirajara, Promissão e Marília), mais 12 homens foram presos na operação policial contra a exploração sexual infantil.

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info