O futebol de salão (ou “futsal”) em Ourinhos

 

Por José Luiz Martins – A prática do futebol de salão no Brasil se iniciou por volta de 1939. As primeiras noticias que se tem a respeito de sua origem dão conta de que começou a ser praticado em São Paulo por jovens da Associação Cristã de Moços que, diante da falta de campos de futebol pela cidade, começaram a jogar o esporte bretão em quadras de basquete e hóquei, um esporte que usa traves, e que acabou facilitando a improvisação do futebol em quadra.

 

Reivindicada como invenção brasileira, o surgimento desse esporte tem também uma versão na qual o futebol de salão seria invenção do uruguaio Juan Carlos Ceriani Gravier, também da Associação Cristã de Moços de Montevidéu, que batizou a prática esportiva de “indoor football” em 1932.

 

Paternidades a parte, as diferenças entre o futebol de campo e de salão vão da mudança de algumas regras, menos jogadores, peso e tamanho da bola, piso sólido, até as dimensões da área de jogo. Diferenças que imprimiram sobremaneira uma nova plástica e dinâmica de disputa pela bola.

Em Ourinhos, ao que se sabe, o futsal começou a ser praticado por volta de 1959.

As quadras utilizadas eram a do Ginásio de Ourinhos, Rede Ferroviária, Colégio Santo António, Monstrinho e um pouco mais tarde nos anos 70 na quadra da base do corpo de bombeiros (caixa d´água) nos altos da Avenida Rodrigues Alaves.

A nova modalidade já naqueles anos se espalhou rapidamente, tanto que várias cidades da região realizavam torneios intermunicipais disputados por equipes formadas por jogadores que se destacavam no futebol de campo. Essas equipes ou eram compostas por jogadores amigos, estudantes e principalmente por empregados ou não de determinadas firmas que deram nome a diversos times, o que comumente acontece até os dias de hoje.