Adolescente de 14 anos é apreendida por suspeita de envenenar a própria mãe em Santa Cruz

Duas adolescentes, que são tia e sobrinha de 14 e 13 anos, foram apreendidas na segunda-feira (6) depois de uma suspeita de tentativa de homicídio qualificado contra uma mulher de 51 anos, que é mãe da mais velha e avó da outra. Segundo informações da polícia, elas colocaram veneno de rato em uma garrafa de café com o objetivo de matar a mulher para receber a pensão mensal de R$ 1 mil da vítima. O caso ocorreu em Santa Cruz do Rio Pardo (SP).

De acordo com o delegado Renato Caldeira Mardegan, a notificação sobre o caso foi recebida quando a vítima deu entrada em uma unidade de pronto-atendimento. Em seguida, investigadores conversaram com a mulher e levantaram as informações.

“Ela descreveu a situação. Ela teria tomado um café depois do almoço e sentiu um amargo. Ela estava bem convicta de que teriam colocado veneno”. Ainda segundo o delegado, mãe e filha tinham dificuldade de relacionamento. A filha não concordava com o uso do dinheiro da pensão para o pagamento de contas mensais. A mulher passou por uma lavagem estomacal e já recebeu alta.

Os policiais acionaram o Conselho Tutelar para melhor apuração da ocorrência. Depois de diligências, a adolescente de 14 anos, filha da vítima, confessou o crime e a ajuda da sobrinha, de 13 anos. “Inclusive a vítima descreve que o café, depois de derramado na pia, apresentava coloração cor-de-rosa, exatamente da cor do veneno. E a garrafa também foi apreendida que deve ter sido lavada pela adolescente infratora para tentar esconder qualquer tipo de prova”, explica o delegado.

Todo o material apreendido será encaminhado ao Instituto de Criminalística (IC) para constatação e verificação do veneno. As menores foram encaminhadas à Central de Polícia Judiciária (CPJ). Elas foram apreendidas e serão levadas para a penitenciária de Pirajuí (SP), onde vão aguardar, em uma cela especial, por uma vaga em alguma das unidades da Fundação Casa na região.

Fonte: G1