Artigo: “O que o governo Federal já fez por São Paulo” – Por Nilto Tatto

 

Nilto Tato,  ambientalista, administrador, deputado federal filiado ao Partido dos Trabalhadores desde o início dos anos 1980

Algumas mudanças de paradigmas na gestão pública adotadas a partir de 01 de janeiro deste ano, vem conduzindo a formulação e implementação de políticas nas mais diversas áreas, com resultados expressivos, até para o curto espaço de tempo desde que entraram em vigor. Da saúde à educação, do meio ambiente à habitação, dos transportes à economia, passando pela geração de empregos e pelos direitos fundamentais, muito vem sendo feito pelo governo Federal em todo o País.

Como deputado Federal por São Paulo, aproveito este espaço para destacar as ações que incidem diretamente no nosso estado, a unidade mais rica da Federação, que além de receber homens e mulheres de todas as partes do Brasil e do mundo, ainda é habitado por Guaranis Mbya; Tupis; Kaingangs; Krenaks e Terenas, entre muitos outros agrupamentos indígenas, quilombolas, caipiras e caiçaras. Vale ressaltar que a lista que segue é apenas uma parte das realizações do governo Lula nesses 7 meses, entre muitas outras que já foram implementadas.

O Mais Médicos, por exemplo, chegou a ter 2475 profissionais no Estado, mas em abril deste ano, eram apenas 1449. Com a retomada dos investimentos haverá um acréscimo de 3666 médicos, totalizando 5115 até o final de 2023. Além disso, Lula já liberou R$ 530 milhões para o apoio a 458 entidades filantrópicas de saúde, inclusive Santas Casas, em 207 municípios paulistas. Outra área que já vem recebendo recursos é a cultura, uma das mais afetadas durante a pandemia. Só no Estado de São Paulo, a lei Paulo Gustavo realizou um aporte de R$728,6 milhões para os 645 municípios.

Na educação, há obras sendo retomadas em 61 cidades, contemplando construção, ampliação e reforma de creches, pré-escolas, escolas e quadras poliesportivas escolares. Também foram retomadas obras do Minha Casa Minha Vida, que já entregou 900 moradias em Bertioga e Suzano. Outros programas retomados ou ampliados, também beneficiam São Paulo, como o SAMU; o Brasil Sorridente; o Saúde da Família; a construção de 26 novas Unidades Básicas de Saúde; o repasse de mais de R$500 milhões para alimentação escolar e o Bolsa Família, que já atendeu mais de 2,6 milhões de famílias por mês no nosso Estado. Convenhamos, num cenário desses, não dá pra ser pessimista.

APOIE

Seu apoio é importante para o Jornal Contratempo.

Formas de apoio:
Via Apoia-se: https://apoia.se/jornalcontratempo_apoio
Via Pix: pix@contratempo.info