“Missão Sendo Um” comemora três anos distribuindo marmitas à moradores de rua

Robson Pires de Arruda, sua esposa Fernanda Daniele de Arruda

Essa é uma pergunta que quem mora na rua deve se fazer todos os dias.  Será que vou comer hoje?   Vivendo à margem sem trabalho, uma casa e muito menos dinheiro, a maioria dessas pessoas vivem na incerteza se terão como se alimentar, ter acesso a comida suficiente para não morrer de fome.

Mas há pessoas que tem o que comer todos os dias que se preocupam com essas pessoas, pois o numero dos famintos em condições de miséria e sem perspectiva  de dias melhores parece estar cada vez maior. Para ajudar esses moradores de rua que não tem como se alimentar, um grupo de voluntários de Ourinhos se juntou para fazer e distribuir marmitas diariamente pelas ruas da cidade.

Tem sido assim o cotidiano  de membros da comunidade católica da Paróquia São Luiz Gonzaga na vila São Luiz que se reúnem  todo final de tarde na cozinha da igreja, para  preparar cerca de 50 marmitas para doação.

O servidor público Robson Pires de Arruda, sua esposa Fernanda Daniele de Arruda e o   Padre Robson Antônio da Silva são os idealizadores do grupo denominado  “A Missão Sendo Um”, criado em 2020 com  o objetivo de matar a fome das pessoas que se encontram em situação de rua.

Comemorando 3 anos  da iniciativa solidária, Robson conta a reportagem do Contratempo  que no  início o preparo das refeições era feito na sua  casa somente por ele sua esposa.

Padre Renan Assumpção da pároco da Igreja São Luiz Gonzaga e parte dos voluntários do grupo “A Missão sendo um”

Com o tempo  outras pessoas aderiram a ação  e se organizam em equipes para que todos os dias da semana possam oferecer alimento as pessoas   em situação de rua. “Cozinhamos   todo dia no final de tarde, a comida para entregar para os nossos irmãozinhos tudo é feito com muito amor e carinho.  São entregues todas as noites e assim vamos alcançando o nosso objetivo que é de matar a fome desses nossos irmãos que estão  nessa  situação”.

Robson disse que  além de alimentar os desamparados  o grupo procura incentiva-los  a deixar Deus agir nas suas vidas, para que possam se livrar dos vícios,  depressão e da desesperança que os levam a viver nas ruas marginalizados.

Para ele são várias  as causas que levam essas pessoas ao abandono pelas ruas vivendo em condições degradantes, e cobra responsabilidade de assistência por parte do poder público.

“Hoje na minha visão, falta um pouco mais de compaixão e amor ao próximo da parte do poder público, não sei se é porque essas pessoas em situação de rua as vezes passa a ser invisíveis para algumas pessoas da sociedade e por isso acaba faltando amor para com eles”.

Ele ressalta  que  sem a ajuda  de  muitos amigos e participação de muitos colaboradores,  pessoas  da comunidade,  o grupo “A Missão Sendo Um” não teria se mantido e avançado o tanto quanto avançou.  “Toda ajuda é sempre bem vinda, preparamos todos os dias em média 50 marmitas por dia, e aqueles que se sentirem tocados por  Deus e quiserem  nos ajudar é só nos procurar na paróquia .”

Contatos com o grupo podem ser feitos pelos telefones   14 99765-5541 c/ Robson ou 14 99797-7080 c/ Fernanda . A Paróquia São Luiz Gonzaga localizada na Rua João Ferreira n°317 na vila São Luiz