Na véspera de carnaval, são encontrados quase 500 preservativos femininos no lixo da secretaria de Obras

Post da munícipe relata ameaças sofridas após denúncia do desperdício de preservativos jogados no lixo da secretaria de Obras

Um flagrante de desperdício de dinheiro público e descaso com a saúde pública aconteceu na tarde de quarta-feira, 22, na secretaria municipal de Obras (cujo Chefe da Pasta é o ex-vereador Inácio JB Filho), onde foram encontrados pela munícipe Amanda Rossigalli, 482 preservativos femininos com validade até 2020, no lixo da secretaria, cujo conteúdo é proveniente da secretaria de Saúde.

O desperdício do dinheiro público chegou a quase 5 mil reais, já que de acordo com pesquisa feita pela própria munícipe – que registrou o flagrante através de um vídeo feito pelo celular e o postou em sua página pessoal em uma rede social – a marca (Della) do preservativo custa hoje em uma farmácia da cidade, R$9,90 a unidade, o que daria multiplicado por 482, o valor total de R$ 4.815,18.

Além da questão financeira, o mais grave é o total descaso com a saúde pública, pois é justamente na época de carnaval que a secretaria de Saúde distribui um número maior de preservativos, a fim de prevenir doenças sexualmente transmissíveis que possam ser contraídas pelos foliões durante esse período, campanha, aliás, promovida pelo Ministério de Saúde e reproduzida por todas as secretarias de Saúde dos municípios brasileiros.

Ameaças a munícipe 

Como se não bastasse o absurdo do desperdício do dinheiro público cometido por um órgão público que deveria zelar pelo seu bom uso, ao invés de ser parabenizada por denunciar a situação ocorrida, a munícipe Amanda Rossigalli foi ameaçada por funcionários da secretaria de Obras, que a pressionaram para que retirasse o vídeo do ar e disseram que iria processá-la por calúnia e difamação.

Para se precaver contra as ameaças, Amanda registrou um boletim de ocorrência na tarde de quinta-feira, 23.

Nota da prefeitura

O prefeito Lucas Pocay emitiu uma nota oficial a respeito do assunto, na quinta-feira, 23. Veja abaixo:

Na manhã de hoje (23), a Administração Municipal tomou conhecimento do descarte dos preservativos femininos.

Já está sendo apurada a questão, e se tiver sido praticado por servidor, será aberta Sindicância sobre o caso, pois tal ordem não partiu da Administração Municipal.

É uma pena a maldade de algumas pessoas que tomam atitudes como essa, com o claro intuito de denegrir a imagem de uma Administração séria e proba, que tem feito diversas ações para resolver o problema da saúde em Ourinhos.

A Administração Municipal reafirma seu compromisso com a Saúde, que é prioridade, em especial ações de prevenção de doenças.