Show “Enredando por todos os cantos” será domingo (16/04) na Casa dos Ingleses

No próximo domingo (16/04), às 18h, no Parque do Centenário “Doutor Odayr Alves da Silva”, Ourinhos recebe o grupo de música instrumental brasileira Quarteto Enredado com o show “Alma brasileira – enredando por todos os cantos”.

Reconhecido pela sua característica ousada de mesclar a música caipira, a erudita, a mpb, o jazz e o rock, o quarteto formado por quatro instrumentos de cordas dedilhadas (viola caipira, guitarra semi acústica, violão e baixo acústicos), apresenta a sua sonoridade original e autêntica em arranjos de obras clássicas de Heitor Villa-Lobos, Luiz Gonzaga, Gilberto Gil, Dominguinhos, Egberto Gismonti, entre outros, além de composições próprias.

Inspirado nos ideais do movimento modernista no Brasil, o Quarteto Enredado – composto por Claryssa Pádua (violão acústico), Ronaldo Sabino (viola caipira), Daniel R. Palermo (guitarra semi acústica) e Gabriel Terra (baixo acústico) – explora o universo da música instrumental brasileira, combinando uma mistura inédita de músicos e instrumentos que possuem origens e formações diferentes, de caráter tanto popular quanto erudito.

Na estrada há cinco anos, o grupo busca criar uma experiência musical de pluralidade sonora, enredando a música brasileira a outros universos musicais.

O disco, que já recebeu crítica em renomados veículos como Estadão, G1 e Rádio Cultura, foi gravado através de campanha de financiamento coletivo on-line e contou com apoio cultural das empresas francanas Tip Toey Joey e Gateway.

No espetáculo musical, o grupo apresenta as nove faixas do disco, englobando obras de compositores consagrados como “Asa Branca & Mourão” (Luiz Gonzaga e César Guerra-Peixe), “Loro” (Egberto Gismonti), “Lamento Sertanejo” (Gilberto Gil e Dominguinhos), “Choros n° 5 ‘Alma Brasileira’ (Heitor Villa-Lobos) e “Curumim” (César Camargo Mariano), mescladas a autorais de Gabriel Terra “Amizade”, “Chuva de Ninar”, “Enredado” e de Ronaldo Sabino “Caipira Chique”.

A turnê foi premiada e classificada em primeiro lugar pelo ProAC (Programa de Ação Cultural), com realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

 

Local: Avenida Luiz Saldanha Rodrigues, s/n, Nova Ourinhos