55ª FAPI  – Uma história mal contada e seus personagens

 

Lançamento oficial da 55ª FAPI em março de 2023 no teatro municipal

O lançamento oficial da 55ª FAPI  aconteceu em 16 de março no Teatro Municipal Miguel Cury. na ocasião Lucas Pocay disse que a prefeitura estaria  “empenhada em contribuir para que a edição 2023 alcance pleno êxito, mantendo a tradição de um evento popular de entretenimento, bons momentos e negócios”, declarou .

Porém, na ultima  6ª feira  (05/05) , 55 dias  após o lançamento que confirmou novamente a associação/empresa Extreme Motor Clube presidido pela comerciante Karen Ferreira como organizadora do evento,  o prefeito posta um vídeo nas redes sociais anunciando o cancelamento.

Hábil em manipular fatos e circunstâncias, no vídeo com um discurso nada esclarecedor,  Pocay diz que o dinheiro que seria repassado ao Extreme como patrocínio da Prefeitura de Ourinhos para a feira, será  redirecionado para a realização de cirurgias eletivas no município, em virtude da grande quantidade de procedimentos eletivos represados paralisados durante a pandemia .

Até o momento não se sabe o valor do patrocínio que seria repassado para a 55ª edição da feira,  em 2019  quando comerciante Reinaldo Gaiguer conhecido como “Pica-pau” então presidente  e sócio proprietário da associação/empresa Extreme,  1 milhão e 220 mil foram repassados.

Em 2022 o valor dobrou, a prefeitura bancou 2 milhões 556 mil como quota de patrocínio para a mesma associação presidida por  Karen Ferreira, esposa de “Pica-pau “, até então tesoureira. Gaiguer  passou a ser suplente do conselho fiscal  do Extreme e foi nomeado por  Pocay  em 2021 para ocupar cargo de confiança na prefeitura como chefe de gabinete na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo.

Priorizar a saúde

No sábado dia 06, um dia após o prefeito  divulgar o cancelamento  da feira na internet , a comissão organizadora da FAPI 2023 formada por funcionários do primeiro escalão da prefeitura divulgaram nota , reafirmando o que foi dito pelo prefeito também sem maiores  esclarecimentos.

Na nota  a comissão limitou-se afirmar que  o ressarcimento dos valores já arrecadados com a venda de camarotes, patrocínios, estandes, estrutura, entre outros investimentos, será devolvido  mas sem dizer quando isso ocorrerá.  Tão pouco os valores envolvidos, presumindo a quebra de contratos dos artistas e demais ressarcimentos a comerciantes que compraram o espaço de participação na feira.

Ainda não se sabe quais  os  valores e como  vai ser usado o recurso, que  tipos de cirurgias eletivas estão  previstas, quando, e os  responsáveis pela execução dos procedimentos cirúrgicos e outros dados.

Reprodução redes sociais: A presidente do Extreme Moto Clube Karen Ferreira e a nota de esclarecimento

Desconfiança: Não colou

O assunto cancelamento da Fapi para investir em cirurgias eletivas viralizou nas redes sociais com comentários a favor e contra  mas, desconfiados das alegações do prefeito e que a história não foi bem contada.

Alguns especulando  sobre outras  motivações não confirmadas,  como um suposto desentendimento entre o Extreme Moto Clube e Pocay  por causa de valores a serem repassados que podem ter melado a realização da feira.

Vários comentários diziam que a saúde pública em Ourinhos é precária há tempos e, querer  que a população  acredite que a disponibilização de recursos  para o setor esteja ligado a realização da FAPI não colou, e que  as cirurgias eletivas nunca foram prioridade da gestão Pocay.

A fila não andou

Publicação da coordenadoria de Comunicação de Lucas Pocay em maio de 2022 informava que o prefeito assinara no dia 18 de abril um convênio com a Santa Casa de Ourinhos, que autoriza a liberação de um novo pacote de investimentos de exames, cirurgias eletivas, consultas e procedimento oncológicos no valor de R$ 2.997.026,95 milhões.

Seriam realizados de 2.960 exames, entre eles de Colonoscopia, Doppler, e Mamografia; 485 cirurgias eletivas para especialidades como cabeça e pescoço, ginecológicas, vascular, de pediatria, urologia e ortopedia;

Com este pacote de investimentos em exames e cirurgias, a Prefeitura de Ourinhos iria agilizar procedimentos de pacientes que estavam aguardando na fila de espera, dizia a publicação.

Desde a feira de 2019 quando era o presidente do Extreme,  Reinaldo Gaiguer que tinha  como negócio um salão de festas cujo endereço era o mesmo do Motor Clube,  foi muito questionado por, supostamente, não ter realizado com a devida transparência, a prestação de contas do dinheiro público gasto no evento. As mesmas acusações se repetiram em 2022.

A ultima edição do evento no ano passado foi envolta em mais polêmica  ainda, a contratação do Extreme Motor Clube foi denunciada  por estar em desacordo com a Lei, com  indícios de favorecimento pessoal pois Reinaldo Gaiguer  nomeado em cargo de confiança na prefeitura figurava como membro suplente do Conselho Fiscal do Moto Clube cuja única atribuição era fiscalizar aspectos financeiros do clube presidido por sua esposa. No entanto a prefeitura manteve a contratação alegando não haver irregularidades.

Reveja a matéria: https://contratempo.info/principal/observatorio-social-aponta-irregularidade-na-escolha-de-empresa-para-realizar-a-fapi-2022/

Reinaldo Gaiguer ” Pica pau” e Lucas Pocay