Alerta aos trabalhadores do ensino privado de Ourinhos

O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos Privados de Ensino de Ourinhos e Região faz um alerta aos trabalhadores em estabelecimentos de ensino privado.

Alerta que essas instituições de ensino privado se abstenham de convocar para o trabalho presencial os professores que comprovarem documentalmente que residem com pessoas do chamado grupo de risco (idosos, hipertensos, com histórico de problemas cardíacos, asmáticos, com doenças renais, fumantes com deficiência respiratória e com um quadro de imunodeficiência), bem como as professoras gestantes ou no puerpério, estas mediante comprovação por atestado médico.

Veja na integra a nota publicada:

ATENÇÃO TRABALHADORES EM ESTABELECIMENTOS PRIVADOS DE ENSINO DE OURINHOS E REGIÃO!!

Foi proferido despacho no Dissídio Coletivo suscitado em face do Sieeesp (grupo de risco) estendendo os efeitos da liminar concedida pela decisão da Desembargadora Vice Presidente Judicial, em exercício, e determinar que as instituições de ensino representadas pelo suscitado se abstenham de convocar para o trabalho presencial os professores que comprovarem documentalmente que residem com pessoas do chamado grupo de risco (idosos, hipertensos, com histórico de problemas cardíacos, asmáticos, com doenças renais, fumantes com deficiência respiratória e com um quadro de imunodeficiência), bem como as professoras gestantes ou no puerpério, estas mediante comprovação por atestado médico. Os efeitos da tutela de urgência permanecerão até que ocorra a cessação do risco de contágio, decorrente da pandemia, observando-se neste sentido as decisões e orientações dos entes públicos competentes e respectivos órgãos de governo e administração para decidir acerca desta questão (Governo do Estado de São Paulo e Municípios), dependendo, ainda, de ulterior deliberação do Juízo.

Fonte: http://fepesp.org.br/sindicato/sintraensino-ourinhos/

Comentários no Facebook